Voxel

Executiva da EA fala sobre o machismo na indústria dos games

Último Vídeo

Fonte da imagem: iStock
Recentemente, muito tem se falado sobre o machismo e a discriminação sexual no mundo dos games – algo que foi bem evidenciado pelas mulheres dos jogos com a hashtag #1reasonwhy. Agora, a vice-presidente executiva da Electronic Arts, Gabrielle Toledano, afirmou que dizer que os homens são a razão por existirem tão poucas mulheres nessa indústria é uma “saída fácil”.

Na opinião dela, que diz saber exatamente o que está falando devido a todos os anos que já passou nesse mercado, o problema não é tão simples quanto culpar o machismo pela criação de um ambiente insalubre para as mulheres. Toledano não nega a existência do problema, mas afirma que ele existe na mesma medida que em outros mercados.

Para ela, a solução do problema começa com as próprias mulheres, que preferem não se envolver com desenvolvimento de jogos por acharem que o machismo vai impedi-las de entrar. E faz uma afirmação surpreendente: a indústria está em busca de mais mulheres para contratar, mas existe pouca mão-de-obra do sexo feminino disposta a encarar esse tipo de trabalho.

Toledano fala que tal fator pode servir até mesmo como uma questão de mercado, já que mais gamers do sexo feminino poderiam ser atraídas caso soubessem que um determinado jogo foi desenvolvido por uma mulher. As desenvolvedoras precisam causar impacto e buscar o seu lugar, em vez de tentarem buscar saídas fáceis para justificar os próprios problemas.

Fontes: GameSpot, Forbes

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.