Voxel

Ex-executivo da Microsoft diz que grandes empresas não precisar existir no futuro

Equipe Voxel
Último Vídeo

Fonte da imagem: Reprodução/The A List DailyEle foi vice-presidente da Microsoft durante vários anos e foi um dos “pais” do primeiro Xbox. Aposentado da função, Ed Fries agora enxerga a indústria de games de uma perspectiva diferente – e usou toda essa experiência para falar sobre a atualidade e o futuro da área em uma entrevista ao The A List Daily.

Não faltaram elogios a jogos free-to-play e de desenvolvedores independentes. Para ele, esses games aproximam o público da indústria e, depois de serem um pouco ignorados pelas gigantes, agora devem ter cada vez mais espaço no grande mercado.

Fries ainda comentou a mudança das políticas do Xbox One, como o uso de jogos usados e a conexão constante com a internet. “Fiquei impressionado. Estava preocupando achando que eles não mudariam, mas eles trocaram e fizeram isso rápido”, disse. O executivo ainda falou que, atualmente, o desenvolvimento de um jogo deve levar muito mais em conta a opinião do consumidor.

Qual a fórmula para o sucesso?

"Os desafios com a tecnologia não estão em adivinhar como será o futuro e construir isso, mas em estar na hora certa e no lugar certo com aquela tecnologia", explica Fries, que critica avanços tecnológicos que saem cedo mais e fora da própria época.

Ele ainda diz que, no futuro, gigantes como a Microsoft podem ser desmembradas e não ter tanto domínio sobre a indústria. “Quem sabe se vão existir grandes produtoras no futuro? Elas não precisam existir. Talvez sejam apenas várias desenvolvedoras pequenas, unindo-se e separando-se entre times pequenos espalhados pelo mundo, e desses lugares que os grandes jogos sairão. Grandes produtoras formaram-se porque games eram muito caros e tinham vários problemas de distribuição", prevê o executivo.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.