Voxel

Ex-presidente da Silicon Knights destaca má fase de estúdios AAA e alfineta EA

Último Vídeo

Fonte: Reprodução/Gamasutra

Grandiosidades podem se apequenar com o tempo. Seja por questões relacionadas a competência, administração ou um portfólio fraco. O mundo dos games vai muito além da diversão e é um negócio como qualquer outro – e que envolve muito dinheiro. O ex-presidente da Silicon Knights, Dennis Dyack, comparou o atual cenário de desenvolvimento de games com a Hollywood da década de 1920: grandes estúdios fazendo filmes incríveis, mas que não pareciam render o suficiente aos olhos dos produtores. É o que acontece agora nos games, segundo o executivo.

“Os estúdios AAA não estão funcionando. Acho que nossa indústria está agora na exata posição em que Hollywood esteve no começo da década de 1920 – a era de ouro dos filmes. São filmes como Cleopatra ou Ben-Hur, em que todos estavam empregados e quando havia milhares de pessoas nas equipes. Os filmes eram fantásticos, eu assisto a eles até hoje. Mas os estúdios olhavam para eles e diziam: ‘Não estamos fazendo dinheiro. Isso não está funcionando’”, refletiu Dyack em recente entrevista ao Gamespot.

Em seguida, o ex-presidente fez uma alusão direta daquele período com a atual indústria de games. “Aqueles estúdios não desapareciam e não é para se dizer que está tudo acabado para a EA ou qualquer outro estúdio [desse porte]. Eles sempre estarão por aí. Acho que ninguém deve brincar consigo mesmo com relação a isso”, ponderou.

A EA vai mal das pernas faz um bom tempo.

Dyack não crê que as desenvolvedoras AAA – como a citada EA – acabem. Segundo a visão do executivo, elas vão adaptar suas práticas de negócios para se tornar mais eficientes. “O que aconteceu é que elas mudaram a forma de trabalhar e seguiram um modelo que temos atualmente, o qual eu chamaria de um microestúdio ou um estúdio muito focado que cresce e se expande. (...) É muito mais eficiente dessa forma. Acho que é para aí que os [estúdios] AAA devem ir, ou ao menos é o caminho que o desenvolvimento de games pode seguir”, declarou.

Será que os tempos estão realmente mudando e a badalada filosofia indie (equipes enxutas e ideias originais) está vingando mesmo?

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.