Falha na PSN permite comprar jogos sem usar código de segurança de cartões

Falha na PSN permite comprar jogos sem usar código de segurança de cartões

Último Vídeo

Uma reportagem divulgada no site Multiplayer First na última quinta-feira (04) mostra que a PSN tem uma falha de segurança antiga que permite comprar jogos sem usar o código de segurança dos cartões de crédito. Na prática, isso permite que hackers invadam contas e realizem uma série de compras sem que os donos sejam avisados ou tenham como se proteger.

PSN

Segundo uma das fontes consultadas pela reportagem, o problema "não se trata de uma falha do console, mas sim da rede". O esquema funciona inserindo uma nova forma de pagamento inválida às opções da PSN — quando ela falha, o sistema recorre automaticamente à outra opção registrada na conta, momento no qual o cartão de crédito cadastrado é cobrado sem a necessidade de se inserir o código de segurança.

Esquema conhecido há 5 anos

As fontes ouvidas pelo Multiplayer First afirmam que o esquema é conhecido há pelo menos 5 anos e já foi reportado várias vezes à Sony, que o ignorou dizendo que ele não oferece riscos à segurança de seus usuários. Em uma tentativa de chamar atenção da companhia, diversos vídeos mostrando como a brecha pode ser explorada estão se espalhando por Twitter, Reddit, YouTube e outras redes sociais.

A reportagem afirma que a questão, combinada com a venda ilegal de contas, está sendo explorada pelo "mercado paralelo", que se aproveita do compartilhamento de contas para vender jogos de PS4 e PS Vita. Embora as contas que se aproveitam do esquema sejam banidas ao ficarem online, o prejuízo aos usuários cujos cartões são usados é evidente.

Consultada pelo Multiplayer First, até o momento a Sony não se manifestou oficialmente sobre a situação. Embora o caso não seja tão grave quanto o grande hack da PSN ocorrido em 2011, ele gera novas suspeitas quanto à segurança da rede — por via das dúvidas, é melhor não associar seu cartão de crédito à sua conta, para evitar sofrer com os efeitos da falha.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.
Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários