Voxel

FIFA 13: produtores dão valor à opinião dos jogadores e Ultimate Team com problemas

Último Vídeo

Img_normal

O produtor de FIFA 13, David Rutter, explicou que a equipe de produção da franquia de futebol da Electronic Arts cresceu imensamente durante os últimos anos. Ele ainda enfatizou a prerrogativa de que os desenvolvedores buscam, acima de tudo, seguir sempre pelo caminho da excelência de qualidade em todos os quesitos possíveis. Para isso, o time de produção escuta primordialmente o que os fãs pedem, em vez de focarem nos números do Metacritic.

Em uma entrevista muito franca ao site MCV, Rutter explicou como a EA encara o sucesso de cada um dos títulos de FIFA que são lançados (anualmente) em relação aos agregadores de nota digitais. “O Metacritic tem muita importância. É como se sua professora da escola lhe desse uma nota muito baixa por um trabalho que você entregou à ela”, diz Rutter. No entanto, o chefe da franquia FIFA afirma que, atualmente, não dar ouvidos aos fãs é a atitude mais “estúpida” que uma empresa pode tomar.

“Para muitos de nós, a opinião dos fãs é de onde vem grande parte de nossa credibilidade”, afirma David, que aproveita para lembrar que FIFA 13 será o melhor jogo já feito na série. “[FIFA 13] É o mais próximo que já conseguimos chegar de uma partida real de futebol”, comenta sobre o vindouro jogo.

FIFA 13 Ultimate Team

Em tempo, vários jogadores de FIFA 13 Ultimate Team têm relatado problemas durante o game que estão deixando muitas pessoas severamente irritadas. De acordo com os relatos recebidos pelo site Eurogamer, parece que alguns gamers conseguem ter acesso facilitado a cards restritos de jogadores. Esses itens, que são adquiridos de graça, têm sido utilizados em negociações de grande valor (muitos pontos), o que gera um lucro desleal aos “cartolas”.

Na sequência, essa enorme quantidade de pontos extras é utilizada em transações de grandes craques, como Messi e Cristiano Ronaldo, fazendo com que o balanço econômico em FIFA 13 Ultimate Team sofra um sério desequilíbrio.

A Electronic Arts respondeu de imediato às reclamações tirando do ar o servidor do jogo para investigar os ocorridos. Ao que parece, ainda segundo o Eurogamer, a EA já está conseguindo resolver a questão e está banindo permanentemente os “exploradores ilegais”. Para alegria dos futebolistas mais ansiosos, o game já está de volta ao ar e pronto para ser utilizado.

A empresa prometeu publicar mais esclarecimentos ainda no decorrer do dia de hoje.

Fontes: MCV, Eurogamer e VG24/7

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.