Voxel

FIFA 14 pode ter ainda mais novidades no modo online

Último Vídeo

Img_normal
Não há como negar que o número de pessoas jogando FIFA no modo online é gigantesco – tanto que a EA está dando um foco enorme para isso. Mas parece que podemos esperar ainda mais para o game em breve.

Isso porque David Rutter, produtor-executivo da série, deu uma declaração curiosa em uma entrevista ao WhatCulture!. Quando questionado se FIFA estava em um caminho para se tornar cada vez mais conectado, ele respondeu:

“Eu diria que já estamos lá. Para alguém com um console conectado você está completamente conectado ao componente EA Sports Football Club do game agora. Tudo que você faz no game conta para seu nível, e você pode ver o que seus colegas estiveram fazendo. Nós estamos entregando atualizações de informações em jogadores profissionais e injetando desafios de partidas reais. Você pode baixar um app para acompanhar suas coisas do EASFC e gerenciar seu time do ônibus ou do trabalho”.

Mas o melhor foi seu comentário final. “Você está certo – isso vai ficar ainda mais desse jeito nos próximos anos”, disse ele. Será, no entanto, que ele se refere a algum plano que deve estar presente já no FIFA 14 ou apenas a algo que ele quer colocar em prática apenas nos próximos títulos? Teremos que esperar para descobrir.

Single player também tem vez

Antes que os jogadores offline comecem a se sentir injustiçados, é bom avisar que o modo single player ainda deve receber bastante atenção, segundo Rutter. “Sério, existe uma tonelada de pessoas que ainda aproveita as experiências do single player. O Modo Carreira, em particular, continua um modo massivo no FIFA e é um grande foco para nós”, declarou.

FIFA 14 chega, ironicamente, em 2013, embora ainda sem data específica. Além disso, o game vai ser lançado para todas as plataformas dessa e da próxima geração; logo, você não vai precisar comprar um console novo apenas para aproveitar seu jogo de futebol favorito.

Fonte: WhatCulture!

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.