Voxel

Por que um filme baseado em GTA ainda não foi gravado? Take-Two responde

Último Vídeo

Em declaração feita nesta semana durante a conferência da BMO Capital, Karl Slatoff, presidente da Take-Two, explicou o porquê de não ter liberado os direitos de gravação de um filme baseado em Grand Theft Auto para produtoras cinematográficas.

“Se você vai investir em filmes – é possível fazer muito dinheiro com isso – como um licenciador, terá de ver o que a taxa de sucesso é, o que os filmes têm a fazer para você para gerar uma economia substancial que pode compensar o risco [da liberação dos direitos]”, disse Slatoff.

O executivo revelou também que representantes de TV têm demonstrado interesse em investir na marca GTA. Mas de que forma um filme poderia impactar os fãs da franquia?

“Se for um filme ruim, a série vai ser prejudicada ou não? Então há sempre um balanço que fica preso [entre essa questão]. Mas, obviamente, vamos considerar estas solicitações de investimentos. Isso é, assim, algo que consideramos nesta altura, mas, novamente, isto não é o núcleo de ‘nossos serviços’”, pontuou o presidente da Take-Two.

O cofundador da Rockstar Games falou já em 2011 sobre a possibilidade de gravação de uma peça baseada em GTA. Dan Houser, na época, admitiu ser fã da indústria do cinema. Mas a devoção de jogadores a uma franquia de games também é outro dos fenômenos adorados pelo figurão. “Se tivéssemos a intenção de produzir um filme, o faríamos nós mesmos ou ao menos o produziríamos com o [cineasta] ‘mais talentoso’. Dessa forma, [se o filme fosse ruim], saberíamos que a culpa teria sido nossa”, comentou House.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.