Voxel

Final Fantasy da era 3D: do bom para o melhor (Parte 1)

Último Vídeo

Final Fantasy: uma franquia amada por uns, e por outros também. Sem dúvida essa é uma das mais aclamadas séries de jogos do mundo dos video games. O primeiro jogo saiu lá em 1987, e este ano tivemos o lançamento do remake de um dos títulos mais amados.

Na lista do pior ao melhor de Final Fantasy, tivemos alguns empecilhos. O primeiro de todos: não tem jogo ruim!; segundo: todos os jogos lançados até hoje, pelo menos da série principal, são espetaculares de sua maneira; terceiro: dividimos esse ranking em 2 partes — uma só com os jogos 2D, ou seja, do 1 ao 6, e outra com os 3D, do 7 até o 7 remake.

Outros pontos importantes:

  • Comparamos somente jogos da linhagem principal, nenhum spin off ou “continuação” foi colocado. O único caso fora da curva é o remake do 7.
  • As notas foram baseadas tanto no site GameRanking quanto no Metacritic e só nos video games originais para qual os jogos foram lançados. Essa mistura de sites ocorreu pelo fato de que o GameRanking foi fechado no fim de 2019, mas alguns de seus dados ainda estão disponíveis nas páginas da Wikipédia (em inglês), como os dos jogos citados. Toda vez em que tivermos as notas dele e do Metacritic, priorizaremos as do GameRanking.

Avisos dados, vamos lá!

9. Final Fantasy XIV (2013): Metacritic — 82,3 (PS3, PS4 e PC)

Final Fantasy 14, lançado em 2010, foi o segundo MMORPG da linhagem e sofreu muito em seu lançamento. Várias promessas feitas e poucas cumpridas, falta de conteúdo e alguns até dizendo que o jogo estava incompleto. A Square Enix decidiu tomar providências: suspendeu as assinaturas dos jogadores de PC e adiou o lançamento da versão de PS3 para que o jogo atingisse o padrão de qualidade do resto da série.

Eis que então vamos para 2013, com o lançamento da grande atualização chamada A Realm Reborn para o PC, PS3 e, pouco depois, para PS4. O jogo passou por diversas mudanças na engine, HUD e no sistema de combate, mas manteve os gráficos lindos. O sistema de classes apresenta muita variedade e flexibilidade, podendo agradar os mais diversos jogadores, e tem a opção de crossplay, ou seja, jogadores de diferentes plataformas podem jogar juntos.

Além disso, corrigiram todos os erros do game anterior, mostrando que a Square Enix consegue aprender com seus erros. Ele tem uma assinatura mensal que, mesmo sendo algo negativo para a maioria dos jogadores, é comum em seu gênero. Sem dúvida ele é uma das melhores portas de entrada para o mundo dos MMORPGs. Essa nova versão acabou faturando uma nota de 82,3.

Buy Final Fantasy XIV Shadowbringers Mog Station key | ENEBA

8. Final Fantasy XIII: Metacritic — 82,5% (PS3 e XBOX 360)

Final Fantasy 13 pegou o 8º lugar por pouco, com 82,5 de nota. Esse jogo tem uma história bem-complexa, mas foi o primeiro com a mitologia dos cristais, que acabou se transformando na subsérie Fabula Nova Crystallis. Ele também foi o primeiro que deixou o combate de turnos de lado para adotar uma jogabilidade mais de ação, com batalhas em tempo real, ainda que não tenha deixado toda a estratégia conhecida da série de lado.

Seus gráficos são espetaculares, tanto das animações (que é algo comum na série) quanto nos gameplays. Podemos dizer que ele foi o grande responsável pela modernização da franquia, e vários elementos introduzidos nesse jogo foram levados para a frente até hoje.

Final Fantasy XIII - GameHall

7. Final Fantasy XV: Metacritic — 83% (PS4, XBOX One e PC)

Final Fantasy 15, passou por diversos problemas de desenvolvimento. Em 2006, foi anunciado como Final Fantasy Versus 13; no ano seguinte, virou parte da linhagem principal da franquia, sua engine de desenvolvimento foi trocada, mudaram a geração de consoles para qual seria lançado e só foi aparecer com o novo nome em 2013. O lançamento em 2016 foi bem positivo, recebendo diversos prêmios e vendendo quase 9 milhões de unidades até outubro de 2019.

A maioria dos elogios foram por conta da química entre os 4 personagens principais, à riqueza de detalhes dos ambientes (como as cidades), do ritmo rápido e acessível do gameplay e as diversas atividades possíveis no vasto mundo aberto. Já as críticas pesaram na fraca trama, nas missões secundárias repetitivas e nos personagens secundários. Quando tudo foi colocado na balança, o resultado foi positivo, e sua média foi de 83.

Review Final Fantasy XV | TechTudo

6. Final Fantasy XI: GameRankings — 83,5% (PS2 e PC)

Final Fantasy 11 foi o primeiro da série a ser MMORPG. Inicialmente lançado para PC e PS2, em uma época em que os brasileiros nem sabiam que dava para jogar online nos consoles, ele foi considerado uma das portas de entrada do gênero para novos jogadores — muito bem feito, com ótimos visuais e muitas missões para serem feitas. Alguns analistas o chamaram de “pouco original”, “não recomendado para se jogar sozinho” e “ter um sistema de controle nada convencional”, mas isso não mudou o fato de que ele foi muito elogiado e ficou com 83,5 de nota.

Final Fantasy 11 shut down on consoles today after 14 years - Polygon

5. Final Fantasy VIII: GameRankings — 84,5% (PS1 e PC)

O 8º game de Final Fantasy foi um sucesso tremendo. Lançado em 1999  para o primeiro PlayStatione  e, em 2000, para PC, foi aclamado pela crítica e pelo público. O sucesso foi tanto que até uma de suas cutscenes, a de abertura, apareceu em listas de melhores aberturas do mundo dos video games.

Pelo incrível que pareça, teve gente que não deu nota máxima, pois era um game incrível, mas isso é rotina para a Square, e qualquer coisa abaixo seria decepcionante. Alguns citaram que as sequências de ataque dos Guardian Forces são incrivelmente cinemáticas, mas tediosas, e que o sistema de batalha é intensamente complicado e inovador.

Ainda assim, sua história é incrível do começo ao final, o desenvolvimento de personagens é um dos melhores no mundo dos RPGs e esse jogo seria o auge da geração. Já a versão de PC não foi tão bem quanto a versão de console, por isso a média da nota em ambas foi puxada um pouco para baixo e acabou com 84,5.

Final Fantasy 8 Remake: tudo sobre a nova versão do clássico game ...

4. Final Fantasy VII Remake: Metacritic — 87% (PS4)

Agora, o mais recente de toda a franquia. Lançado no começo de abril, Final Fantasy VII Remake é um jogo dividido em partes, e até agora só a primeira foi lançada. Ela conta com 18 capítulos e passa por lugares bem-conhecidos pelos fãs. O combate é um ponto forte, seguindo o sistema de ATB, deixando o sistema de turno de lado para se adaptar aos jogos mais recentes da franquia. Os gráficos também são incríveis, mesmo que tenham uns problemas com serrilhados e itens no cenário mais pixelados. As missões secundárias têm um pouco de falta de originalidade e a câmera dá umas bugadas, mas em um âmbito geral, o game atraiu novos jogadores e emocionou a velha guarda. Realmente, é um Remake com R maiúsculo e levou para casa 87 como nota.

? Final Fantasy 7 Remake: Como Jogar no Modo Difícil

3. Final Fantasy VII: GameRankings — 89% (PS1 e PC)

O jogo que separa a franquia entre antigo e moderno. Milhares de jogadores consideram Final Fantasy 7 como o melhor da franquia e com razão! Afinal, ele é uma obra-prima. Sua versão de PS1 foi a melhor avaliada do que a de PC, o que puxou um tiquinho a nota para baixo, ficando com 89. Para a época, foi uma tecnologia, jogabilidade e narrativa de uma forma nunca antes vista, com muita atenção para os gráficos, som e história.

A trama com certeza foi um dos pontos mais bem avaliados pela crítica, sendo classificada como dramática, sentimental e tocante de diversas formas. O visual foi descrito como anos luz à frente de qualquer outra coisa do PlayStation 1 da época com animações incríveis que traziam os personagens à vida como nunca visto antes.

Os críticos pontuaram que o final deixa umas pontas soltas e o jogo teria uma possível dificuldade de rodar em muito computadores. Mesmo assim, isso não tira o status de clássico a ele.

Final Fantasy 7 completa 23 anos: veja curiosidades do clássico ...

2. Final Fantasy X: Metacritic — 92% (PS2)

Chegando ao pódio, já temos um empate. Dois jogos tiveram a nota 92, ou seja, ambos estão em 2º lugar. Vamos começar com o Final Fantasy 10, que foi lançado exclusivamente para o PS2 em 2001. As expectativas da Square era de vender 2 milhões de cópias pelo mundo todo, mas, em menos de 4 meses de lançamento apenas no Japão, ele já tinha 1,4 milhões de cópias comercializadas só em pre-order, um recorde no PS2 entre os RPGs.

Como esperado, ele também foi um sucesso de crítica, assim como quase todos da franquia. Muitos elogios para os atores de voz e o gameplay inovador, mais especificamente nas batalhas, na opção de mudar os membros da party durante o combate, entre outros.

O visual foi classificado como o melhor da época em todos os aspectos possíveis: os modelos dos personagens, dos backgrounds, das cutscenes e das animações. Uma ou outra pessoa falou que os diálogos são chatos, que os puzzles são depressivos, mas nada que tire o pódio desse título.

Confira o trailer 'Tidus e Yuna' de Final Fantasy X | X-2 HD ...

2. Final Fantasy XII: Metacritic — 92% (PS2) [Empate]

Final Fantasy 12, o outro jogo que ocupa o 2º lugar no top 3, também foi um sucesso. Foi o 6º jogo da franquia a receber a nota máxima do veículo Famitsu e aclamado por diversos veículos ao redor do globo. Os elogios mais recorrentes ficam por conta dos gráficos, dos cenários, do sistema do game e do ar de novidade que ele trouxe à franquia. As transições entre jogatina e cinematics também foram destacadas. As viagens foram descritas como tediosas, mas a equipe de atores foi incrível, assim como a história e a rica direção de arte. Entre as poucas críticas que ele recebeu, estão a trilha sonora — considerada a mais fraca da franquia — e o sistema gambit, que faz com que o game basicamente jogue por conta própria. Agora é a hora de chegar ao melhor de todos.

Review | Final Fantasy XII: The Zodiac Age Nintendo Switch

1. Final Fantasy IX: GameRankings — 93% (PS1)

O grande Final Fantasy 9 conquistou o topo da lista com 93 de nota. Mesmo vendendo muito bem no Japão, ele não fez muito sucesso nos Estados Unidos, mas ainda assim alcançou a marca de 5,3 milhões de unidades vendidas.

O sucesso e a qualidade dele são unânimes, com muitos elogios para o desenvolvimento de personagens, a representação visual, a curva de aprendizado muito rápida, um ótimo sistema de batalhas tático, diálogos cheios de humor, detalhes em animações e designs, entre outras coisas diversas.

Ele não é exatamente perfeito: há trilhas que foram reusadas de games anteriores, e os combates podem ser longos e repetitivos, mas são só detalhes para essa grande obra prima dos video games.

The Written Final Fantasy IX Report Part 5: Fire Up the End ...

Essa foi a visão dos críticos sobre essa franquia incrível, mas agora queremos saber a sua opinião! Qual é o seu jogo favorito de Final Fantasy da era 3D? Com qual você mais se emocionou? E de qual quer um remake?

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.
Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários