Voxel
03
Compartilhamentos

Final Fantasy ganha novidades durante a TGS 2013 [vídeo]

Último Vídeo

A Tokyo Game Show era uma oportunidade brilhante para a Square Enix mostrar alguns detalhes que realmente deixassem os jogadores confiantes para a chegada de Final Fantasy XV. No entanto, a companhia já havia divulgado antecipadamente que não falaria praticamente nada sobre o eterno Versus XIII durante o evento japonês.

Mesmo assim, Tetsuya Nomura, o diretor da produção, não teve coragem de deixar os fãs da série mais uma vez órfãos. Para compensar a falta de detalhes sobre a produção, o diretor fez uma participação no quadro da Sony chamado “Falando com os desenvolvedores”, no qual ele explicou mais a fundo alguns aspetos de FF XV, incluindo algumas curiosidades sobre a jogabilidade.

Em jogos anteriores da franquia Final Fantasy, comumente nos deparávamos com cenas de computação gráfica pré-renderizadas durante os conflitos. Dessa vez, graças ao poder monstruoso do hardware dos consoles da oitava geração, desta vez poderão ser usadas cinemáticas em tempo real. Segundo Nomura, essa alteração foi incluída para que o game pareça o mais contínuo possível.

Assim, vale a pena conferir o vídeo acima, mesmo que seja difícil entender alguma coisa do que esteja sendo dita.

A mesma essência

Fonte: Divulgação/Square
Além da participação no programa da Sony, Nomura também deu alguns detalhes novos sobre a vindoura produção em uma entrevista à revista japonesa Famitsu. De acordo com o diretor de Final Fantasy XV, a estréia dos fortíssimos elementos de ação na orientação dos combates fará do game uma peça diferente entre todos os demais membros da série.

No entanto, será a profunda relação com a linha de história que será vivenciada pelos gamers que fará do título um real “Final Fantasy”, por assim dizer. Ainda nessa linha de detalhes viscerais para o encaixe na série, Nomura ainda mencionou que os inimigos exibirão números de dano ao serem atingidos pelos jogadores.

“Se os valores numéricos desaparecessem, eu não acho que isso seria muito característico de Final Fantasy”, afirma o diretor, que completa: “Você luta com sua maneira preferida de luta visando os valores numéricos que aparecerão a cada acerto. Essa relação numérica, possivelmente não existe em nenhuma outra  obra do gênero dentro do mercado de games”.

Para finalizar, Nomura disse que a equipe está procurando uma maneira de estender a experiência de Final Fantasy XV para além dos consoles, possivelmente utilizando smartphones ou até mesmo o PlayStation Vita. Como de costume, não sabemos quando o game chega.

Fontes: YouTube/PlayStationJP, Famitsu (via tradução do Polygon)

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.