Voxel

Final Fantasy XV: lançamentos de continuações periódicas e o futuro da jogabilidade em turnos

Último Vídeo

Tetsuya Nomura, o diretor da aclamada franquia Final Fantasy, afirmou que o 15º título da série deve ganhar inúmeras continuações. A obra será tão preciosa que vai servir de base para spin-offs, e Nomura ainda afirma que tais lançamentos podem se tornar periódicos, desembarcando no mercado antes mesmo das datas que foram anunciadas.

“Enquanto Final Fantasy XV terá um estrondoso clímax em termos de enredo, nós planejamos levar tudo isso adiante”, revela o diretor do game ao site Siliconera. O desenvolvedor ainda disse que os oito anos em que FF XV permaneceu no limbo serão usados como motivação para entregar os projetos o mais cedo possível, já que ver os gamers esperar mais longos anos para ver a próxima empreitada da série definitivamente não é algo que a equipe de produtores quer.

Aproveitando o ensejo, Tetsuya Nomura  e Yosuke Matsuda (executivo da Square) se desculparam mais uma vez com os  fãs pela demora em dar mais informações concretas sobre a chegada do novo Final Fantasy. “Nós também já estivemos explorando as capacidades online que podem ser realizadas, desde que as empresas donas dos consoles decidiram os formatos de cada plataforma”, conta Nomura.

Com isso, podemos concluir que o PlayStation 4 e o Xbox One servirão como um recomeço para a maior franquia de RPGs do mundo. Confira alguns trailers do vindouro game mostrados na E3 e veja com seus olhos se há motivo para expectativa ou não.

Pancadaria, RPG de ação e muito mais

Em uma sessão privada de perguntas e respostas realizada durante a Electronic Entertainment Expo (E3) deste ano, Shinji Hashimoto (o diretor da marca Final Fantasy) respondeu inúmeras questões sobre o futuro do recém-anunciado Final Fantasy XV. Como já era de se esperar, a grande maioria das indagações foi feita sobre os vídeos de jogabilidade que foram mostrados durante a feira de Los Angeles.

Como pudemos observar nos lançamentos, o gameplay da franquia agora foi direcionado para um modo de ação frenética, com combates muito mais para o gênero Hack’n Slash e ação pesada de pancadaria do que os tradicionais comandos em turno, típicos da série. Hashimoto foi muito enfático em responder que tal mudança não significa o fim da jogabilidade em turnos no decorrer da franquia.

“Como vocês estão cansados de saber, a série Final Fantasy sempre tem diferentes mecânicas de combate em cada um de seus jogos”, afirma o diretor. “Eu acredito que há espaço suficiente tanto para a jogatina no formato de RPG de ação quanto para os RPGs de turno. Não é que nós não estejamos pensando no futuro, mas é que os combates de mais ação se encaixam melhor em Versus XV”, conclui Hashimoto.

O que você acha dessa nova proposta da Square em relação à jogabilidade de Final Fantasy XV? Será que o uso da nova engine da companhia vai privilegiar o visual em relação à qualidade de jogatina? Deixe sua opinião nos comentários abaixo e continue ligado no BJ para não perder nenhuma informação sobre seus RPGs favoritos!

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.