Voxel

Final presencial do Brasileirão de Overwatch vai contar com clássico

Último Vídeo

Os jogos da semifinal do Campeonato Brasileiro de Overwatch aconteceram, mas sem resultados surpreendentes. Brasil Gaming House e Keep Gaming irão protagonizar na final o maior clássico nacional quando se trata do Overwatch. A maior surpresa da transmissão foi o anúncio que as finais acontecerão presencialmente em São Paulo, em um dos dias da Comic Con Experience. BGH e Keep se enfrentarão dia 9 de dezembro, pelo título Brasileiro.   

Brasil Gaming House vs WS E-Sports

WS surpreende no ataque trazendo um Bastion, que a BGH não conseguiu lidar por grande parte do tempo. A líder do campeonato parecia um pouco perdida, mas com o tempo conseguiu colocar o jogo nos eixos e seguraram o jogo no segundo ponto. Na inversão dos lados a BGH mostrou sua real força e passou como um rolo compressor pela equipe da WS,  conquistando a carga já no primeiro ataque, a favorita ao título fazia um zoneamento profundo, deixando apenas seu suporte conduzindo a carga. A BGH conquista o primeiro mapa com facilidade após o primeiro susto.

A WS escolheu Torre Lijiang para o próximo mapa, mas mesmo com essa vantagem, a equipe não conseguiu suportar toda a força do adversário. A BGH mostra o porque é tão forte em mapas de controle, sendo suprema em ambos os rounds, não sendo contestada em momento algum.. Em mais uma escolha da equipe perdedora, Junkertown era o mapa para a redenção da WS, precisava vencer ou vencer, mas isso não aconteceu. A BGH montou a formação “padrão”com Bastion, levando a carga até o primeiro ponto com certa facilidade. Na transição entre o segundo e terceiro ponto, a WS conseguiu se estabilizar, graças ao “Macca” conseguindo boas eliminações com a sua suprema. Mas foi questão de tempo para a BR Gaming House fechar o round.

Na sequência do jogo, a WS montou a mesma composição da adversária no ataque, mas a BGH surpreende e monta uma composição com 4 tanques, que dá muito trabalho para a equipe adversária. Mesmo a formação tendo que ser trocada com o andamento da rodada, a BGH consegue fechar o jogo e se classifica para a final.  

Keep Gaming vs Uprising

O segundo jogo da semifinal começou com problemas para a Keep, alguns jogadores não conseguiram conectar, então a equipe teve que jogar com reservas e troca de posições na formação. Mesmo com os reservas e substituições, a equipe não muda o foco e atropela a Uprising no mapa Hollywood.
Na sequência do jogo, a Up jogou melhor o mapa de controle, Torre Lijiang, conseguindo conquistar os pontos primeiros e os manter, mas a Keep conseguiu se reestruturar, trabalhando principalmente a Pharah do “Ole”, po cima, desorganizando a defesa adversária, e os flancos com a Tracer do “Nitro”.

Dorado foi tudo ou nada para a equipe de Uprising, era vencer ou vencer se ainda queriam dar uma sobrevida para a série e sonhar com a final. A pressão funcionou, a equipe não deixou as peças que fizeram tanto para a Keep no mapa anterior. “Stylo” conseguiu exercer sua função com seu Doomfist, trabalhando muito bem com “Devest”, desabilitando a Keep, e a série foi para o quarto mapa. 

A Keep volta inspirada para o mapa de Volskaya, na sua defesa a equipe utilizou uma formação mais padrão, sem Sombra no time, e conseguiu segurar o ponto sem muita dificuldade ou perder muitas lutas. Na inversão dos lados, o ataque foi muito bem conduzido. A Keep precisou apenas conquistar dois terços do ponto para garantir sua vitória e a vaga para a final.

Relembrando que, a grande final do Campeonato Brasileiro de Overwatch acontecerá em São Paulo na Comic Con Experience dia 9 de dezembro!

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.