Fumito Ueda revela que seu sonho era ser artista e não designer de games
01
Compartilhamento

Fumito Ueda revela que seu sonho era ser artista e não designer de games

Último Vídeo

Fumito Ueda, um dos diretores mais queridos pelos fãs de videogame no mundo, esteve na Croácia para participar da conferência de jogos europeia Reboot Develop. Para a surpresa de muitos, Fumito admitiu durante um painel no evento que começou a produzir jogos porque sabia que não conseguiria viver de sua paixão inicial.

Criador de ICO e Shadow of the Colossus, Ueda disse que sonhava em ser artista e nunca planejou trabalhar na área de jogos. Ao se formar no ensino superior, o diretor revelou, através de um tradutor, que seu principal pensamento era "Eu não sei se conseguirei viver assim. Eu não sei se fazer arte é um sonho realista."

Dessa forma, sua participação na indústria de games se daria somente por alguns anos, como forma de sustento até que a carreira de artista decolasse. Por isso, Fumito considerou que seu primeiro jogo seria o último, decidindo que deveria arriscar no projeto e apostar em um grande design, visto que não tinha nada a perder.

Essa filosofia acompanhou o diretor por muitos anos, sempre considerando que seus jogos possivelmente seriam os "últimos" da carreira. O pensamento levou à criação de alguns dos jogos mais aclamados da história, como ICO, Shadow of the Colossus e The Last Guardian, todos exclusivos para consoles da Sony.

E se você é fã dos trabalhos do diretor, não se preocupe: há aproximadamente cinco anos Fumito Ueda se conformou e aceitou seu destino, concluindo que trabalharia como designer de jogos durante toda a sua vida.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.
Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários