Como funciona uma corrida de drones — e por que ela é tão empolgante

Como funciona uma corrida de drones — e por que ela é tão empolgante

Último Vídeo

Quem acompanhou o noticiário de tecnologia durante os últimos anos pôde conferir em primeira mão todo o processo de popularização dos drones. Esses veículos não tripulados chegaram ao mercado e rapidamente mostraram que podem ter diversas funções, seja tirando fotos e fazendo filmagens a distância ou entregando encomendas.

Mas isso não significa que o uso dos drones ficou limitado a essas situações. Não demorou para que os donos desses aparelhos começassem a apostar corridas entre si, criando uma competição que combina esporte e tecnologia em uma categoria de disputa totalmente nova e que está sendo praticada de forma profissional em diversos países.

Ainda não entendeu como funciona essa modalidade? Nada como observar um exemplo em vídeo para ter ideia de todo o apelo da competição. Essa visão em primeira pessoa que você confere abaixo é a mesma que os pilotos têm durante a corrida, utilizando dispositivos de realidade virtual para aumentar a imersão.

Como você pode ver, as corridas não são um simples voo indo do ponto A ao ponto B. É preciso enfrentar uma série de obstáculos ao longo do percurso e tomar muito cuidado, pois qualquer acidente pode danificar o aparelho e tirar o competidor da disputa. Isso é ótimo para o público porque resulta em manobras empolgantes e desvios cheios de estilo a mais de 160 km/h.

A maior corrida de drones que o Brasil já viu

Mas a melhor parte é que os brasileiros vão poder conferir toda a emoção da corrida de drones de pertinho. A partir de maio, acontecerá a Icarus Drone Race, competição que vai colocar os melhores pilotos de drone do país frente a frente na disputa pelo título.

O primeiro circuito será o Desafio do Furacão, nos dias 4 e 5 de maio, na Arena da Baixada, em Curitiba (PR). Será o maior evento de corrida de drones do Brasil e o primeiro do tipo no país a ser realizado em uma arena esportiva desse porte. Os ingressos podem ser adquiridos no site do Athletico Paranaense, parceiro dessa iniciativa.

Mas espere aí, porque tem mais.

Cosplay, games e espaço para crianças

O Desafio do Furacão é apenas o destaque de um evento cheio de outras atrações. O local estará repleto de atividades para todos os gostos, incluindo concurso de cosplay, arena gamer e até mesmo um espaço para crianças com jogos de boliche, apresentações de palhaços e futebol com drones. Você ainda terá a chance de participar de oficinas de montagem de drones.

No sábado (4), a noite será animada por um festival de música eletrônica, com o circuito iluminado se transformando em uma pista de dança para o público. Cosplayers terão acesso gratuito a todas as atividades, e sócios do Athletico podem adquirir os ingressos com desconto.

Quem mora em outras cidades não vai precisar esperar muito. Esse é apenas o primeiro circuito da Icarus Drone Race Brasil; as próximas etapas acontecerão em Salvador (agosto), Brasília (setembro), Belo Horizonte (outubro) e Rio de Janeiro (dezembro).

Como funciona uma corrida de drones — e por que ela é tão empolgante via TecMundo

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.
Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários