Voxel

Fundador da EA vê mercado de consoles perdendo espaço para PCs e gadgets portáteis

Último Vídeo

Fonte: Reprodução/Entrepreneurial Thought Leaders Seminar

Em entrevista para a IGN, Trip Hawkins, fundador da Electronic Arts, comentou que o mercado de consoles está se tornando um tipo de negócio que ele qualificou como um “hobby”. Para ele, os consoles sempre existirão, pois atendem a um público mais hardcore e que gosta de inovação.

Contudo, Hawkins vê um futuro menor para esse mercado. Na visão do empresário, a grande responsável por isso é a popularização de smartphones e tablets — aparelhos que acabam sendo mais convenientes para o entretenimento corriqueiro por serem facilmente transportados.

Além disso, o enorme crescimento do número de usuários de computadores também deve reduzir o consumo relacionado aos consoles. Em contrapartida, Hawkins prevê um aquecimento do mundo dos games como um todo.

"Há bilhões de pessoas que jogam games atualmente. A indústria de jogos está finalmente se tornando um mercado de massa através de 2 bilhões de PCs e 4 bilhões de telefones celulares e, dentro de poucos anos, 1 bilhão de tablets. Em termos de audiência total, estamos entrando em números realmente grandes", comentou ele.

"Os jogos estão indo para todos os lugares. Muitas pessoas jogam por razões sociais e quando lhes é conveniente. Essa é uma tendência de jogos para celular e navegador com base na nuvem", complementou o empresário.

"Nos velhos tempos, eu ia para o porão jogar Grand Theft Auto. Mas os jogadores no Facebook são capazes de jogar no trabalho, em casa, em um hotel, em qualquer PC. Eles podem ter acesso a um navegador em todo lugar. As pessoas estão pensando sobre a conveniência em primeiro lugar", finalizou Trip Hawkins.

Fonte: IGN

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.