Ghost of Tsushima terá 'bumbum à mostra' e cabeças cortadas, avalia ESRB

Ghost of Tsushima terá 'bumbum à mostra' e cabeças cortadas, avalia ESRB

Último Vídeo

A Entertainment Software Rating Board (ESRB) liberou nessa semana a informação de que Ghost of Tsushima será indicado somente para maiores de 17 anos. A organização é responsável pela classificação indicativa de jogos eletrônicos nos Estados Unidos e explicou que o game mostrará, dentre outras coisas, “nádegas expostas de um homem enquanto ele toma banho em uma fonte termal”.

O exclusivo de PlayStation 4 foi classificado com o selo “Mature 17+”. De acordo com a ESRB, títulos nessa categoria contêm sangue, gore, conteúdo sexual e linguagem forte.

Além da nudez, o jogo da Sucker Punch terá bastante violência. Segundo o comunicado o título possui cenas de soldados inimigos decapitados e pessoas em chamas. Sobre as armas, será possível utilizar espadas, dardos envenenados e arcos e flechas.

O game oferecerá várias formas de matar os inimigosO game oferecerá várias formas de matar os inimigos

“Alguns ataques resultam em desmembramento e/ou decapitação dos soldados inimigos, sendo frequentemente acompanhados de efeitos de sangue espalhado. Os jogadores também podem performar assassinatos (facadas no pescoço, empalamento por espada, por exemplo) para executar inimigos de forma silenciosa”, diz a publicação.

O texto da ESRB também pontua sobre o enredo do jogo. Foi explicado que a produção será do gênero de ação e que os jogadores assumirão o papel do samurai Jin Sakain em uma jornada de vingança contra os invasores mongóis.

O game será ambientado no Japão do Século XIII, sendo que será possível atravessar um mundo aberto, interagir com outros personagens e realizar missões como se infiltrar nas forças inimigas. Nenhuma dessas informações, porém, são novidades, já que a produtora já havia explicado um pouco sobre a história.

Ghost of Tsushima será lançado em 17 de julho de 2020 exclusivamente para PS4.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.
Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários