Voxel

Governo da Coreia do Sul lança anúncios contra o “vício” em video games

Último Vídeo

Há duas semanas, os canais televisivos da Coreia do Sul começaram a exibir uma propaganda comercial elabora pelo Ministério da Saúde e Bem-Estar do país, retratando como ele imagina que seja o “vício” em video games. No anúncio, uma série de perguntas com respostas “Sim” e “Não” aparecem, todas apresentando a primeira opção preenchida.

Entre as perguntas, há algumas como “Você escuta as músicas dos jogos em outras situações?”, “Já viu algo que fosse parecido àquilo dos games?” ou, até mesmo, “Você consegue distinguir entre o mundo real e o virtual?”. Na propaganda, todas as caixas são marcadas positivamente e as cenas mostram situações ridículas para mostrar quais seriam as consequências do vício em video games.

O que gerou a controvérsia é a primeira versão do vídeo (no topo da página): nela, a pessoa confunde uma senhora idosa com um vilão de jogo e começa a espancá-la. Obviamente isso foi encarado negativamente e não demorou muito para uma versão editada, removendo a velhinha, substituir a original (veja abaixo).

Em um país com sistema educacional tão rígido e em que o teste equivalente ao vestibular brasileiro é visto como o evento mais importante na vida de uma criança, não é de se estranhar que algo capaz de distraí-las desse objetivo seja visto de forma negativa. Contudo, com índices de suicídio relacionados ao estresse causado por essa visão de sociedade, acaba sendo muito imprudente lançar uma campanha que “criminaliza” uma das poucas diversões disponíveis para aliviar a tensão dos estudos.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.