Voxel

Guerra de consoles é uma maratona e não uma corrida, diz Fergal Gara

Último Vídeo

Uma entrevista feita pela Eurogamer com o chefe da Sony europeia Fergal Gara promete iniciar ainda mais polêmicas. Nela, a guerra entre os consoles é descrita “como uma maratona, e não como uma corrida de velocidade”.

Para explicar melhor, Gara usou como exemplo a própria disputa entre 360 e PS3. Apesar da diferença de 4 para 1 nas vendas quando ambos os consoles foram lançados, o aparelho da Sony acabou ultrapassando o número de unidades vendidas no mundo – mesmo que tenham se passado vários anos até lá.

Acabando com as diferenças a longo prazo

Isso, no entanto também pode ser uma má notícia para a Sony dessa vez, que está com uma vantagem de aproximadamente três PS4 para cada dois Xbox One: com as mudanças nas políticas do console da Microsoft, a diferença pode desaparecer.

Mas é claro que a Sony não pretende ficar parada e deixar a diferença diminuir. Gara é enfático em dizer que a plataforma tem enorme potencial para evoluir e que o aparelho deve se mostrar muito melhor “em dois ou três anos com o crescer das expectativas e ideias são geradas”. Além disso, uma boa jogabilidade e uma boa experiência são extremamente importantes para ajudar na guerra e a empresa deve se focar nisso.

Em um futuro próximo, todavia, a situação se mostra favorável ao novo PlayStation. Uma pesquisa feita pela Reuters, por exemplo, indica que 26% dos questionados comprariam um PS4 quando ele fosse lançado, enquanto apenas 15% teria o mesmo interesse pelo Xbox One. Bem, pelo menos o console da Microsoft não está na posição do Wii U, que recebeu atenção de apenas 3% do público do estudo...

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.