Voxel

Guillermo Del Toro volta a falar sobre o desenvolvimento de inSANE

Último Vídeo

Guillermo del Toro, renomado diretor mexicano e criador de inSANE, voltou a falar sobre as dificuldades de se criar um jogo. Del Toro disse que o mundo dos video games é muito idiossincrático e que o desenvolvimento apresenta particularidades traiçoeiras.

Em uma entrevista para o podcast oficial da Irrational Games, o diretor explicou que parte do processo de criação começa com a concepção de um cenário e como um jogador “babaca” exploraria tal ambiente. Assim, primeiro a equipe imagina algo e depois tentamos corromper o modelo ao máximo, da mesma forma que um “babaca” faria.

Del Toro disse que os designers são obrigados a pensar vinte movimentos à frente, afinal o jogador dita o andamento do jogo, diferente do que ocorre no cinema, televisão e literatura, nas quais o autor impõem um ritmo ao expectador.

O diretor voltou a enfatizar seu envolvimento na obra, dizendo que não emprestaria seu nome se não estivesse de fato envolvido na criação do jogo. Todavia, Del Toro deixa claro que ainda está aprendendo a “arte” e muitas coisas acontecem devagar, especialmente agora, com seu envolvimento em um novo projeto cinematográfico.

Mesmo com todas as dificuldades e peculiaridades da nova mídia, Guillermo del Toro se mostra muito entusiasmado com o prospecto de trabalhar com video games. O diretor comenta que, apesar de ainda ser uma mídia relativamente jovem, a linguagem e estilo dos jogos já entregam verdadeiras obras-primas, citando Bioshock como exemplo desse potencial artístico.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.