H1Z1: informações sobre mapa, microtransações e data prevista de lançamento

H1Z1: informações sobre mapa, microtransações e data prevista de lançamento

Último Vídeo

John Smedley, presidente da Sony Online Entertainment, revelou mais detalhes sobre H1Z1 por meio de postagem feita na comunidade Reddit. Informações sobre a extensão do mapa do jogo, data estimada para o lançamento do título e comentários sobre microtransações foram alguns dos assuntos tratados pelo executivo. A criação de um mundo assustador e infestado por zumbis está dentre os objetivos da desenvolvedora, conforme mencionado por transmissão realizada pelo Game Talk Live. Então o que este título vai oferecer aos gamers?

O mapa

De acordo com Smedley, o núcleo de “um lugar qualquer dos EUA” está sendo construído. “Quando liberarmos o primeiro acesso aos jogadores, o mapa será grande, mas ainda longe do planejado para a versão final”. A não liberação do mapa integral durante o acesso antecipado, conforme pontua o presidente, faz parte de uma nova estratégia do estúdio. “Em Planetside 2, comentemos um erro ao lançá-lo com vários continentes, e então aprendemos sobre coisas que podem funcionar ou não. Este jogo será diferente. Estamos o desenvolvendo de forma mais inteligente”, afirmou Smedley.

Terror

A mutação do vírus H1N1 fez com que um novo tipo de infestação surgisse: 15 anos após o alastramento da doença (H1Z1), pessoas começaram a “voltar à vida” depois de mortas. Este final trágico dos tempos iria então se parecer com o quê? “Não se preocupe. Você não verá um apocalipse zumbi em que as ruas estarão lotadas de pessoas como acontece na Disneylândia”, explicou John. Encontrar outros jogadores fará com que os sobreviventes se assustem e queiram logo se esconder – o que deverá tornar o game “bastante convincente”.

Microtransações

As contundentes microtransações estarão disponíveis em H1Z1. Mas itens do tipo “pay to win” não serão disponibilizados pelo menu do título. Significa que objetos capazes de deixar um jogador “invencível” não serão permitidos. “Não haverá nada disto”, destacou o figurão da Sony em clara e objetiva mensagem. “Ao lermos sobre monetizações, percebemos que muitos comentam sobre implementações de habilidades. Não sei o que pensar disso ainda. Quero ouvir mais. E não se preocupe. Ninguém vai permitir P2W neste jogo”.

Acesso antecipado via Steam

Ainda conforme revelado durante o Game Talk Live, discussão realizada online na quarta-feira passada (09), H1Z1 deverá liberaro acesso antecipado para PCs daqui a 4 ou 6 semanas via Steam pelo valor de US$ 20 – importante mencionar que versões do título para o PlayStation 4 deverão ser também lançadas. O jogo completo será, conforme já mencionado, um free-to-play depois de devidamente finalizado (as microtransações permitidas não irão providenciar vantagens no quesito sobrevivência aos jogadores).

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.