Hackers conseguem rodar emulador de Gamecube no Switch

Hackers conseguem rodar emulador de Gamecube no Switch

Último Vídeo

A Nintendo decepcionou vários jogadores ao anunciar que não pretende trabalhar com o Virtual Console, plataforma que trazia jogos de plataformas anteriores, no Switch. Muitos acreditavam que isso seria apenas um plano da empresa para relançar versões remasterizadas de jogos para o console, por um preço mais alto que seria praticado no VC, o que acabou despertando na comunidade hacker um desejo de incluir esses jogos logo no videogame. É aí que surgiu a forma de rodar um emulador de Gamecube no Switch.

Através de sua conta no YouTube, o hacker Mizumi mostrou os testes do emulador Dolphin no Switch, através de um firmware que roda o sistema operacional Lakka, baseado no Linux e voltado para emular videogames. A demonstração deixa claro que a emulação ainda está em seus estágios iniciais, rodando games entre 20 e 26 FPS e com diversas limitações.

De acordo com Mizumi, o emulador funciona apenas na versão portátil do Switch e com os dois Joy-cons conectados ao console. O Dolphin que roda no Switch ainda não tem suporte a outros tipos de controles e também não possibilita jogos multiplayer.

 

Rodando jogos como Super Smash Bros Melee e Paper Mario: The Thousand Year Door, Mizumi comenta que o uso do Dolphin não causa o banimento do console por operar em uma firmware customizada para ele, mas não elimina o risco do seu uso.

De acordo com o hacker, a ideia é que a comunidade trabalhe mais nessa versão do emulador para que ele consiga rodar mais jogos com a mesma qualidade do console original.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.
Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários