Hands on: Conferimos o Beta de Evolve

Hands on: Conferimos o Beta de Evolve

Último Vídeo

A Turtle Rock Studios criou um dos jogos mais divertidos da geração passada, o Left 4 Dead, e agora promete mais um título de peso com foco na cooperatividade. Evolve já teve um Alpha no ano passado que contou com alguns problemas de conexão e bugs. Contudo, para impulsionar a ansiedade e convencer os indecisos, a empresa abriu uma versão Beta na semana passada.

Com uma oportunidade dessa, não perdemos a chance de conferir um dos jogos promissores de 2015. Nós testamos a versão no Xbox One, que possui um modo extra e oferece a opção de transferir seu progresso para a versão final do jogo.

A caça e o caçador

O próximo título da Turtle Rock Studios retrata uma equipe de elite que deve eliminar monstros de um planeta inóspito, focando totalmente o trabalho em equipe para atingir o sucesso. Evolve segue a fórmula de Left 4 Dead, com destaque no gameplay e enredo subjetivo.

O game é basicamente um mata-mata mascarado com muitas outras mecânicas de jogo, interessantes e diversificadas o suficiente para trazer uma nova perspectiva ao gênero multiplayer. Você pode escolher uma das quatro classes – Medic, Trapper, Support e Assault – e o próprio monstro para jogar, cada um com um papel e objetivo distintos.

No modo Caçada, quatro caçadores devem perseguir uma monstruosidade. Essa criatura deve evitar, inicialmente, o encontro com outros players para poder se alimentar e evoluir, se tornando mais forte e equivalente aos outros personagens. A partida acaba se os humanos morrerem, se a criatura morrer ou se o monstro atingir o nível três e destruir um gerador de energia.

É o estilo de jogo convencional e o mais jogado no Beta. Caçada é bem viciante e divertido, com partidas que podem durar de 5 a 25 minutos, dependendo do nível dos jogadores. O problema dele é que me enjoei depois de um tempo jogando, pois não conseguia escolher as classes que desejava, e acabei caindo quase sempre com o mesmo papel. Outro detalhe que me incomodou foi que o monstro tem maior vantagem caso haja novatos entre os caçadores.

Os gráficos também são uma mecânica de jogo

Os mapas são extremamente imersivos e igualmente importantes para a batalha entre os dois lados, pois os cenários contam com florestas densas, picos rochosos e prédios de concreto que escondem a criatura e despista os caçadores do rastro da busca. Por exemplo: em uma partida que joguei como monstro, consegui desviar dos outros players apenas esperando entre as árvores.

Os gráficos estão tecnicamente impecáveis, casando perfeitamente com a proposta de Evolve. O game roda em 1080p no PS4 e 900p no Xbox One, ambos a 30 fps. De acordo com a Digital Foundry, Evolve teve quedas de frames mais frequente no PS4, enquanto o console da Microsoft ofereceu uma experiência mais estável. Confira nos vídeos abaixo:

É totalmente compreensível a decisão de cancelar as versões para a sétima geração, pois a própria qualidade gráfica interferiria na experiência completa do título.

Balanceado? Sí, pero no mucho

Evolve pode parecer bem fácil, mas não é. Todos nós já jogamos em um momento ou outro algum game do gênero FPS, e dominar as mecânicas é como tirar doce de criança. Porém, o pensamento estratégico reina acima das habilidades e reflexos aqui. Diferente de Left 4 Dead, os humanos possuem classes e papéis essenciais para cada momento da partida.

A dificuldade do jogo gira totalmente em torno do tempo de duração. Se os humanos encontram a criatura no nível de evolução um, possuem vantagem contra ela; no dois, estão equivalentes em força, e as habilidades de cada um tem peso total na disputa; no último nível, a criatura está em seu estado mais avançado e é superior aos caçadores.

A própria caça ao monstro é demorada. O pensamento antecipado dos movimentos da criatura e a divisão para emboscada é essencial para o lado dos caçadores, e toda visualização da criatura deve ser considerada uma chance de ganhar a partida.

E é aí que os problemas de balanceamento começam, porque toda classe tem um momento para brilhar e um papel para cumprir. Portanto, se o jogador falhar em sua missão individual, comprometerá todo o time.

O trapper, por exemplo, é o responsável por prender o monstro em um domo gigante para que não fuja, já que é muito mais rápido que os caçadores. Se ele não conseguir ou não souber realizar esta função, a criatura foge e facilmente alcança o nível 3 evolutivo. E é frustrante demais perder uma partida por conta de um só jogador. Durante o Beta, foi comum o matchmaking colocar jogadores inexperientes em um time avançado, algo que pode ser melhorado.

Evacuação: o novo modo de jogo

O enredo de Evolve foge da narrativa convencional, com uma história que se assemelha a games como Monster Hunter e o próprio Left 4 Dead, na qual entendemos o enredo por conversas entre personagens e detalhes do cenário. O modo Evacuação é o que chega mais próximo até o momento de uma campanha tradicional, com eventos que perpetuam até o final.

Resumidamente, este modo reúne todas as variedades de jogo em um só lugar. São cinco rounds – ou cinco partidas – distintos, cada um deles com uma pequena cutscene explicativa de sua missão. Não deixe os monstros invadirem uma usina de energia, destrua o ninho das criaturas etc. Os jogadores podem escolher entre Caçada, Ninho, Resgate e Defesa.

O mais interessante do modo Evacuação é que os caçadores e monstros enfrentam consequências permanentes por ganhar ou perder a partida. Por exemplo: no round 2, uma tempestade imensa está chegando, e você deve defender um gerador de energia responsável pela proteção do local. Se os caçadores perderem este round, a chuva alaga o cenário, ocasionando o aumento da população de plantas carnívoras do mapa.

Todas as mudanças são justificadas por seu desempenho. Falhe em destruir o ninho, e o monstro terá crias menores nos rounds posteriores; proteja o gerador e ganhe armas mais avançadas e por aí vai. Evacuação é sem dúvida o modo de jogo mais divertido até o momento, semelhante às campanhas de Left 4 Dead.

E a experiência vale o preço completo?

Evolve já está próximo do lançamento e apresentou um pouco mais de seu arsenal neste Beta. O jogo sem sombra de dúvidas é divertido, e o modo Evacuação foi aquele empurrãozinho a mais para garantir a qualidade do game.

Entretanto, após cinco ou seis partidas, me pergunto se conseguiria jogar a mesma coisa repetidamente sem me cansar da estrutura de gameplay. Associe isso ao fato de que todas as DLCs de personagens e monstros serão pagas e você provavelmente pensará sobre a quantia de dinheiro investido em um só jogo.

É como um MOBA: você repete sempre a mesma estrutura de jogo, mas se diverte com classes e personagens distintos. A questão é se você está disposto a pagar o preço salgado por uma experiência pouco variada que necessita de conteúdo adicional para não enjoar.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.