Voxel

Homens versus mulheres!

Último Vídeo

O executivo Bertrand Chaverot, responsável pela Ubisoft no país, lotou um dos auditórios do Brasil Games Show para sua palestra “Videogames & Blockbusters: Testosterona & Estrógeno”. Bem-humorado e falando português, Bertrand comentou sobre o mercado de games no Brasil e no mundo, e mostrou o equilíbrio entre as participações masculinas e femininas em títulos de sucesso. No final, ainda respondeu perguntas sobre a Ubisoft e seus planos no país.

Tudo começou com dados. O executivo disse que devido à crise mundial do final de 2008, os anos de 2009 e 2010 foram muito ruins para a venda de games no mundo, sendo o Brasil um dos únicos países que se manteve estável. De qualquer forma, mesmo os grandes sucessos e títulos que prometiam vendas gigantescas,não chegaram ao esperado. Sobre a Ubisoft, o empresário revela que é a terceira maior empresa de jogos na Europa e a quarta colocada nos Estados Unidos.

A previsão é que 62 bilhões de dólares sejam movimentados pela indústria de jogos em 2012. Para ele, hoje, os jogos atingem uma massa, uma vez que não se resume a consoles e computadores, são jogos casuais, sociais, para smartphones, games sérios de treinamento, educativos e ainda os games publicitários.

Tendo em vista que 40% dos jogadores são mulheres, para se fazer um blockbuster, Bertrand acredita que se deve ter um equilíbrio, não necessariamente igual, entre as doses de estrogênio e testosterona utilizadas no título. E por mais que não exista um padrão exato, as características entre homens e mulheres divergem.
 

Homens Mulheres
Competências e competição Qualidade da relação
Sequencial Multitarefa
Resolver problemas sozinho Compartilhar os problemas
Racional Emocional
Quer confiança e apreciação Quer atencão e compreensão

 

Tendo em vista estes critérios, foi apresentado um gráfico, indicando a porcentagem de estrogênio e testosterona em alguns títulos da Ubisoft. Para quem ficou curioso, confira o infográfico abaixo, feito pelo TecMundo Games:

A partir das características do jogo, Bertrand determinou a porcentagem de elementos masculinos e femininos presentes em cada um deles. Em relação a Assassins Creed: Brotherhood, por exemplo, ele explicou os dados citando o sentimento de caça e caçador proporcionado pelo game, os relacionamentos entre os personagens e a possibilidade de socialização como atrativos femininos.

Raving Rabbids: Travel in Time mescla elementos de socialização, gráficos cartunescos, personagens cativantes e muita ação e violência, agradando na mesma proporção os dois gêneros. Fighters Uncaged foi ressaltado como um jogo “burro”, extremamente violento, e com apelo totalmente masculino.

Ao responder perguntas, Bertrand foi questionado em especial sobre a diminuição das operações da Ubisoft no Brasil, algo que aconteceu este ano. Ele explicou que a empresa veio ao Brasil em 2008, mas infelizmente é muito caro criar e lançar jogos aqui. Fatores como impostos, encargos trabalhistas e a valorização do Real tornam o Brasil muito caro para se investir.

Ele ainda posiciona a Ubisoft como uma das empresas que apoiam diretamente o Projeto Jogo Justo e menciona dois jogos que foram desenvolvidos pela empresa totalmente no Brasil: Imagine Detective e Imagine Party Planner, ambos para Nintendo DS.

De qualquer forma, Bertrand garante que a Ubisoft ainda tem bastante interesse tanto no desenvolvimento de jogos quanto no mercado consumidor brasileiro. Com alguns dados, o executivo comparou o mercado brasileiro com o mexicano, ressaltando nosso potencial, uma vez que somos o dobro da população do México, com mais poder aquisitivo, mas ainda consumimos apenas cerca de um quarto do que eles, no setor de games. O que falta? Incentivo fiscal.

Em relação ao processo criativo da Ubisoft, Bertrand afirma que não existe um processo e que as ideias vêm de todos, independente da hierarquia da empresa. Todos têm possibilidades de exercer sua criatividade e imaginação, sem medo de cometer erros. Como exemplos ele cita o vídeo de dança de Raving Rabbids: Travel in Time, que foi feito como uma brincadeira pelos funcionários, e Just Dance, que surgiu do comitê editorial da empresa ao perceber a expansão do mercado de exercícios físicos.


E por fim, os fãs de Assassin’s Creed que se perguntam sobre um versão em português, nada ainda está previsto. Ele lembra que traduzir um jogo deste porte não é nada rápido e muito menos barato, por isso ainda não há nenhuma expectativa do jogo traduzido.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.