Humilde, desenvolvedora de The Witcher não tinha ideia de como fazer jogo
1.716
Compartilhamentos

Humilde, desenvolvedora de The Witcher não tinha ideia de como fazer jogo

Último Vídeo

Uma das características da CD Projekt Red que mais chamam a atenção é a humildade da desenvolvedora com relação ao próprio talento ou à indústria de video games. Nós do TecMundo Games já constatamos isso em entrevistas que fizemos com eles, vocês, jogadores, puderam sentir essa humildade numa carta de agradecimento que vinha dentro da embalagem de The Witcher 3. E sinais dessa simplicidade não faltam.

Em entrevista ao Glixel, Marcin Iwinski, CEO da desenvolvedora, revelou algumas curiosidades que ajudam a mapear a CD Projekt Red tal como está hoje e, sobretudo, nos faz entender que a essência de um bom trabalho está na humildade. “Começamos como distribuidores, mas, honestamente, não éramos bons nisso. Éramos bons em jogos, em pegar jogos e localizá-los para a Polônia. Inicialmente, a motivação é que, com isso, teríamos acesso a novos títulos”, contou.

Éramos um sistema de distribuição de jogos entre amigos e disso pulou para uma desenvolvedora, sem qualquer conhecimento. E isso foi Witcher 1

“Tínhamos um sonho de fazer nossos próprios jogos. Mas não fazíamos ideia de como desenvolver. Era algo com jogadores apaixonados que sabiam como tocar um negócio de distribuição [de jogos] entre amigos, e disso pulou para uma desenvolvedora, sem qualquer conhecimento de como desenvolver um jogo. E isso foi Witcher 1”, resumiu.

Inspiração na BioWare

“Éramos fascinados por RPGs e conhecemos Ray Muzyka e Greg Zeschuk, da BioWare, que foram nossos modelos de papéis. Jogamos todos os Baldur’s Gate. (...) Não estávamos sempre felizes com nossas escolhas de vida. As coisas começam numa situação simples e depois podem se tornar muito complicadas”, pontuou.

E a série The Witcher está aí para comprovar que perseverança, humildade e entrega são os alicerces que culminam num produto construído com maestria – The Witcher 3 é tido como o melhor da franquia e, por muitos, é considerado o game mais importante da atual geração até aqui. O que você acha? Reflita conosco na seção destinada aos comentários, logo adiante.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.