Voxel

Indiciado no caso Mortal Kombat afirma não saber que o game ainda não havia sido lançado

Último Vídeo

Img_normal

Em entrevista para o site G1, o amazonense Kaled Kettle afirmou que, ao postar as fotos de vídeos de Mortal Kombat na internet, não sabia que o título ainda não havia chegado ao mercado. O jovem foi indiciado pela polícia por receptação de mercadoria roubada após publicar na internet imagens nas quais aparece com uma das cópias do jogo, roubadas da fábrica da Sony em Manaus.

“Não me arrependo de ter comprado o game, [e sim] de ter divulgado as fotos”, conta. Segundo ele, as imagens foram produzidas para provar a membros de uma comunidade no Orkut que ele realmente já possuía o tão esperado jogo.

Kettle afirma ter sido vítima de um golpe, e que comprou o game de um vendedor que conheceu por meio do Orkut. O jovem conta que desconfiou da procedência da cópia, que não acompanhava manual nem a caixa original, mas, mesmo assim, pagou R$ 120 pelo produto. “O homem [que vendeu o jogo] disse que era assim que recebia do fornecedor. O game funcionou normalmente”, explicou.

Kettle e outras duas pessoas foram indiciados por crime como roubo, receptação de mercadoria roubada e quebra de direitos autorais. Todos permanecem em liberdade.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.