Intrigas e trapaças abalam o modo FUT Champions de FIFA 18
03
Compartilhamentos

Intrigas e trapaças abalam o modo FUT Champions de FIFA 18

Último Vídeo

Após muitos jogadores promoverem o boicote ao modo Ultimate Team de FIFA 18 (no movimento que ficou conhecido como #FixFIFA), o jogo da EA Sports passa por uma nova polêmica. Muitos estão dizendo que os jogadores mais bem posicionados das competições FUT Champions estão usando trapaças e um glitch para que a desconexão intencional de uma partida não seja computada como uma derrota.

A cada fim de semana, o modo FUT Champions desafia os jogadores a completar 40 partidas com dificuldade variada. Os mais bem classificados têm a chance de participar das FUT Champions Cups, o que significa que cada partida conta muito e todas as derrotas são bastante prejudiciais para seu avanço.

A polêmica atual é centrada em nomes como o do jogador profissional Krasimir Ivanov, que estaria se desconectando de partidas para não perdê-las. Sob condições normais, isso resultaria em uma derrota de 3 a 0 em seu histórico, mas isso não acontece graças a um glitch: caso o console esteja configurado para se conectar a um smartphone que atua como um hub, a derrota não é registrada quando a conexão do dispositivo é encerrada.

Além disso, um vídeo mostra que desligar o console no meio de uma partida também não aciona o sistema de perdas automáticas de FIFA 18. Enquanto o nome de Ivanov se destaca, há grandes chances de que muitos jogadores no Top 100 do FUT Champions estejam usando truques do tipo para manter um histórico positivo.

O jogador profissional afirma nunca ter usado truques do tipo para vencer, acusando outros profissionais de sair de jogos quando encontram outros jogadores de mesmo nível online. Diante da polêmica, muitos estão pedindo que a EA cancele a Weekend League desta semana e conserte os problemas do modo competitivo — consultada sobre o assunto, a empresa até o momento não fez um pronunciamento oficial.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.