Voxel

Iwata: “Trava de região não é um capricho da indústria”

Último Vídeo

Durante uma entrevista realizada na edição deste ano da Electronic Entertainment Expo (E3) ao site IGN, o CEO da Nintendo, Satoru Iwata, foi questionada a respeito das travas de região existentes nos consoles da companhia.

Apesar de a declaração ter sido realizada anteriormente à campanha de jogadores pedindo para que a Big N abandonasse a prática (motivados pela desistência da Microsoft em adotá-la, juntamente com o abandondo da ideia de tornar o Xbox One sempre online), é interessante notar a posição de Iwata, o homem capaz de mudar o posicionamento da empresa, a respeito do assunto.

“Nós, na Nintendo, esperamos que o público goste que vendamos nossos produtos mundialmente. Há muitas regiões no globo, cada uma com suas próprias restrições culturais e legais, assim como diferentes classificações etárias. Assim, há manobras que somos forçados a fazer em cada lugar que podem parecer contra a ideia de liberdade que os jogadores devam jogar aquilo que quiserem. No entanto, não é isso que acontece. Gostaria que os fãs compreendessem que essa prática não é um capricho nosso, há razões que motivam isso” explicou o executivo.

É importante ressaltar, é claro, que essa declaração foi realizada durante a E3, quando a Sony confirmou que o PlayStation 4 continuaria sem trava de região e a Microsoft ainda não havia  voltado atrás sobre o assunto. Ainda assim, é curioso que a Nintendo fale de restrições de mercado quando seus consoles eram compatíveis com títulos de qualquer região até o lançamento do Nintendo DSi.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.