Jogo é banido no Reino Unido por promover a 'sexualização de crianças'
147
Compartilhamentos

Jogo é banido no Reino Unido por promover a 'sexualização de crianças'

Último Vídeo

O Video Standards Council Rating Board, ou VSC Rating Board, responsável pelo sistema de classificação PEGI, que determina as idades recomendadas para games em diversas regiões, baniu o jogo Omega Labyrinth Z do Reino Unido. O motivo? Segundo o órgão, o título promove a sexualização de crianças.

"O game claramente promove a sexualização de crianças através de interações sexuais entre o jogador e personagens femininas. O estilo de jogo, no entanto, pode atrair uma audiência menor de 18 anos", afirma o órgão. A diretoria do conselho cita alguns exemplos de personagens que se descrevem como "alunas do primeiro ano" e são vistas segurando ursinhos de pelúcia.

Omega Labyrinth Z já foi banido também em outros países: Nova Zelândia, Austrália, Alemanha e Irlanda não disponibilizam o título para venda. Outros países, no entanto, até agora permitiram a chegada do jogo, que deve ser lançado e sua versão localizada na Europa nos próximos meses.

O estilo do game é definido como um dungeon crawler e sua história conta a história de um grupo de garotas que está atrás de um artefato que garante a realização de qualquer pedido. Uma das questões é que o pedido das garotas do grupo envolve o aumento do tamanho de seus seios.

 

O jogo é conhecido por ter diversas cenas de ação e ter um sistema de criação e customização de itens relativamente ampla. Algumas mecânicas de Omega Labyrinth Z, no entanto, envolvem tocar as garotas e esse foi um dos principais pontos que levou a VSC Rating Board a banir o jogo.

Omega Labyrinth Z chegará ao PlayStation 4 e ao PS Vita na Europa e América do Norte até junho deste ano.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.