Jogo "indie" da Ubisoft, Child of Light deu lucro, diz criador

Jogo "indie" da Ubisoft, Child of Light deu lucro, diz criador

Último Vídeo

Falando durante a conferência GameON: Finance, em Toronto, Patrick Plourde, criador de Child of Light, disse que o game conseguiu se pagar e gerar lucro. "Não foi lucrativo como Assassin's Creed, mas foi o bastante que poderia financiar uma continuação", explicou.

"Ou, se acontecesse numa companhia minha, estaria dirigindo uma Ferrari e fazendo donuts", comparou.

"Eu não posso explicar tudo, mas a principal razão pela qual deram sinal verde para o projeto é porque eu tinha carta branca por ter feito Far Cry 3", diz Plourde, que foi diretor de criação e roteirista do game de tiro. "Eu não queria fazer Far Cry 3, mas eles disseram: 'Pat, se você fizer isso e ajudar a construir a marca, daremos uma oportunidade no game que você quiser'".

Produção modesta

O criador afirmou que Child of Light teve orçamento de "uns 2 milhões de dólares" e, no período mais trabalhoso, havia um time de cerca de 40 pessoas. O projeto deu tão certo que o time que se envolveu nele agora formou um núcleo dentro da Ubisoft Montreal.

Além do sucesso financeiro e de crítica, o título teve uma recepção calorosa pelo público, a ponto de ter cosplays e arte de fãs. Plourde disse que ficou tocado por emails e blogs sentimentais. "Isso é algo que não havia conseguido trabalhando em jogos blockbuster AAA", afirmou. "Agora, estou realmente orgulhoso de poder ter ajudado as pessoas em suas vidas por meio da nossa mídia, que são os jogos".

Lançado por download em abril para PC, PlayStation 3, PlayStation 4, Xbox 360, Xbox One e Wii U e em julho para PS Vita, Child of Light é uma mistura de RPG tradicional com ação de plataforma em visão lateral. Um dos destaques do game é seu visual de conto de fadas.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.