Voxel

Jogos em segundo plano: próximo Xbox pode ter foco em televisão

Último Vídeo

Divulgação/Microsoft

A maior fabricante de sistemas de telefonia móvel do mundo anunciou nessa segunda-feira (08) que firmou um importante e, por que não, revolucionário acordo de compra com a Microsoft: até o segundo semestre deste ano, a Mediaroom (centro de tecnologia IPTV da empresa fundada por Bill Gates) deverá pertencer à Ericsson.

Mas e o que isso tem a ver com a próxima geração de consoles? De acordo com Yusuf Mehdi, executivo do setor de Marketing e Entretenimento Interativo da Microsoft, “com a venda do Mediaroom, a empresa vai dedicar todas as pesquisas ao Xbox em uma continua missão de prover serviços de ‘entretenimento premium’ de entregas de jogos aos consumidores – seja via console, celular, PC ou tablet”.

Ainda nas palavras do representante da Microsoft, “com 76 milhões de consoles vendidos mundo afora e 46 milhões de membros no Xbox LIVE, esse é um objetivo que ‘nos tira logo cedo cama’”. A tarefa de elevar a experiência de jogo a um nível, além de mais interativo, funcional por excelência, exige empenho – parcerias, para ser mais exato.

Esforços conjuntos

“Iremos juntar esforços com criadores de conteúdo, estúdios, laboratórios, operadores e distribuidores para fazer isso acontecer”, acrescenta Mehdi. O futuro, também para o executivo da Microsoft, “é um só: o entretenimento caseiro vai ser aquele em que a TV se torna algo simples, ‘dinâmico’ e inteligente”.

Reprodução/Proxxima

Para Per Borgklint, vice-presidente sênior da empresa de telefonia, “esta operação vai colocar a Ericsson em uma posição de liderança com mais de 40 clientes, agraciando cerca de 11 milhões de residências de conveniados”. Também conforme dito por Borgklint, “o mercado de IPTV deverá alcançar 76 milhões de assinantes em 2013, com uma receita estimada em US$ 32 bilhões, chegando a 105 milhões de clientes até 2015 e, consequentemente, a US$ 45 bilhões de receita”.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.