"Jogos de hoje têm muitas cenas de corte", diz Satoru Iwata

"Jogos de hoje têm muitas cenas de corte", diz Satoru Iwata

Último Vídeo

De que forma a internet e as tecnologias gráficas têm impactado a indústria dos jogos? Foi essa a provocadora pergunta respondida por Satoru Iwata, ninguém menos que o presidente da Nintendo. Em entrevista ao site 4Gamer, o executivo fez comentários pontuais acerca do excesso de cenas de corte (cut-scenes) e também sobre a forma de atuação dos meios online junto do mercado dos games.

“Os jogos da atualidade contam com uma quantidade enorme de tecnologia e esforços, mas parece que poucas pessoas se lembram [das cenas de corte] – ‘alguns dos jogadores preferem até pular esses trechos da história’”, observou Iwata. O figurão não despreza as cut-scenes. Acontece que o trabalho realizado para a criação destas cenas acaba por não gerar os efeitos idealizados pelos desenvolvedores; há, então, uma perda de dinheiro e tempo.

“É claro que é possível usar as cenas de corte de forma efetiva. Mas penso no que poderia ter sido feito com toda a energia gasta durante o processo de produção”, diz. Sobre a suposta falência iminente dos hardwares face a um mercado cada vez mais virtual, Iwata trata também de fazer esclarecimentos.

Crise?

“Não acho que é mais difícil fazer negócios agora, com a ‘internet à solta’. Na verdade, para certos tipos de públicos, esse é o melhor meio para se transmitir informação – melhor até mesmo que, digamos, a televisão. Por exemplo: postamos um Tweet sobre o remake de The Legend of Zelda: Majora’s Mask e, em menos de um dia, mais16 mil retweets fora registrados”, explica.

A venda de consoles dedicados foi outro dos tópicos abordados pelo presidente da “Big N”. Na opinião do executivo, alguns segmentos de mercado têm crescido ainda mais. “Foram realizadas 2 milhões de vendas do Nintendo 3DS no Japão durante os último cinco meses. Checamos os dados e isso nunca tinha acontecido antes em nossa indústria de consoles”.

O segredo parece estar no modo com que o gerenciamento das novas formas de negociação de produtos e serviços é realizado, não?

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.