Juíz permite que ação contra os gráficos de KillZone seja levada adiante

Juíz permite que ação contra os gráficos de KillZone seja levada adiante

Último Vídeo

O consumidor Douglas Ladore entrou com uma ação judicial contra a empresa Guerrilla Games, reclamando de propaganda enganosa em relação ao jogo KillZone: Shadow Fall. Segundo ele, os gráficos apresentados não eram na resolução 1080p “nativa”, entregando um resultado final “embaçado” e “abaixo da média”. Enquanto a queixa pode parecer absurda, o juiz Edward Chen permitiu que a ação procedesse, podendo chegar à corte judicial.

Segundo os argumento da defesa, o resultado final dos modos single player a multiplayer são ambos 1080p em 60 quadros por segundo. Porém, é admitido que o multiplayer usa uma tecnologia especial, na qual quadros com resolução inferior são interconectados em ações de movimento para economizar recursos. Usando isso como base, mesmo que o resultado “final” seja 1080p, o queixoso reclama que a resolução “nativa” não era 1080p...

Como a ação não foi arquivada, Ladore agora tem mais 30 dias para aperfeiçoar a queixa, tarefa realizada com a ajuda da firma judicial Edelson, que anteriormente já processou a EA por não entregar todas as cópias gratuitas de Battlefield 1943 prometidas a quem comprou Battlefield 3.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.