Voxel

Kazunori Yamauchi explica os circuitos lunares de Gran Turismo 6

Último Vídeo

Abandonando um pouco a fidelidade a veículos e pistas reais características da série, Gran Turismo 6 permite aos jogadores travarem corridas que têm como palco a superfície lunar. Em uma entrevista concedida ao PS Blog Europe, o chefe da Poliphony Digital, Kazunori Yamauchi, explicou como se deu o processo de desenvolvimento dessas pistas pouco convencionais.

“Estávamos trabalhando em simular estrelas de forma apropriada no jogo durante um tempo, e isso implicou em uma recriação bastante precisa da Lua”, explicou Yamauchi. “Enquanto estávamos fazendo isso, a ideia simplesmente surgiu. Pensamos ‘não seria interessante se você pudesse dirigir na superfície da Lua?’. Então fizemos algumas pesquisas sobre o rover lunar e decidimos torná-lo disponível no jogo para ele ser dirigido”.

“Era algo que sabíamos que podíamos fazer com a tecnologia que tínhamos em mão, foi algo que nasceu de nossa curiosidade. Se você lembrar o filme de abertura, a música usada é ‘Rachmanioff’ e o tema dessa peça é ‘a lua’. Essas coisas acabaram se conectando uma após a outra”, justifica o desenvolvedor.

Gran Turismo possui objetivos simples

Segundo Yamauchi, pesquisar as rotas percorridas pela missão Apollo 15 foi um processo bastante trabalhoso para sua equipe. No entanto, ele assegura que o time de desenvolvimento conseguiu recriar a superfície lunar da forma mais precisa o possível.

“Os objetivos de Gran Turismo são bem simples. Queremos que as pessoas apreciem a beleza dos carros, queremos que elas se divirtam dirigindo e que apreciem o visual dos ambientes. Esses são elementos que permaneceram os mesmos durante a série, e o mesmo se aplica a GT 6”, finaliza.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.