Voxel

Ken Levine explica polêmica sobre arte de capa de Bioshock Infinite

Último Vídeo

Fonte; Divulgação/Irrational Games
Se por um lado os trailers de Bioshock Infinite estão deixando os fãs malucos positivamente, o mesmo não pode ser dito da capa do game. Com uma aparência que mais lembra a caixa utilizada em Uncharted: Drake’s Fortune, mas com a adição de uma bandeira americana, diversos gamers estão criticando o design da arte, que parece desvirtuar os conceitos da série.

Para fãs de shooters

E parece que os fãs estavam certos, ao menos em parte. Em uma entrevista ao Wired, Ken Levine, diretor criativo de Bioshock Infinite, admitiu que esse é realmente o objetivo deles: chamar a atenção de jogadores menos hardcore, que gostam de shooters e que raramente leem sobre games.

“Eu queria que os desinformados, aqueles que não leem IGN, pegassem a caixa e dissessem: 'Ok, isso parece meio legal, deixe-me ver o outro lado. Oh, uma cidade voadora! Olha só essa garota Elizabeth. Olha só essa criatura'. E comecem  a ler e pensar sobre isso”, disse Levine.

O diretor criativo ainda se desculpa com os fãs, entregando uma ótima notícia para os insatisfeitos. Segundo ele, o game vai ganhar uma série de capas alternativas, que vão poder ser baixadas e impressas livremente. Ele ainda garante: “Vamos trabalhar com a comunidade para ver no que eles estão interessados”.

Fonte: Wired, The Verge

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.