Voxel

Kinect é utilizado para diagnosticar distúrbios mentais em crianças

Último Vídeo


Embora a natureza lúdica da maioria das modificações para o Kinect certamente tenha o seu valor, uma nova utilização conferiu um status até então inédito para o “brinquedo” da Microsoft.

Pesquisadores da Universidade de Minnesota utilizam atualmente diversos exemplares da câmera para registrar possíveis sintomas de distúrbios mentais em crianças, poupando assim dezenas de milhares de dólares que seriam gastos em outros sistemas de diagnóstico.

A equipe interdisciplinar formada pelos setores de medicina, engenharia e ciências humanas recebeu do National Science Foundation a quantia de US$ 3 milhões para adquirir exemplares do aparelho como um apoio para identificar distúrbios como o transtorno obsessivo-compulsivo e o transtorno de déficit de atenção.

Embora tais avaliações normalmente sejam conduzidas com observações humanas de vídeos e orientações para os pais da criança, o Kinect seria capaz de fornecer dados mais objetivos, segundo o pesquisador chefe do projeto, professor Nikolaos Papanikolopoulos. “Como um médico, você não tem dados tangíveis”, afirmou Papanikolopoulos ao site Necn.com. “Nós tentamos utilizar as ferramentas como forma de apoio para a identificação de uma desordem mental”.

Mas além de poupar gastos com observações humanas, a adoção do Kinect ainda representa uma economia substancial em relação a um sistema de observação profissional similar, que, segundo o médico, pode custar até US$ 100.000.

Embora os pesquisadores da universidade prevejam o início dos testes para algum momento durante os próximos seis meses, Papanikolopoulos se mostrou animado com o potencial avanço científico promovido pelo Kinect. “Algo que nós levariamos três anos para fazer, torna-se imediatamente possível graças a uma tecnologia destinada à indústria de jogos”, afirmou o médico. “Eu não acredito que a Microsoft tenha percebido que [o Kinect] é algo que poderia mudar a medicina.”

Ok, talvez a Microsoft não tenha mesmo se dado conta do potencial médico-científico do Kinect. Mas as criações autônomas tem sido bastante facilitadas, não haja dúvida. Drivers de código aberto para o Kinect já fizeram com que a pequena câmera de US$ 150 abordasse de tudo, desde projetos de automação até obras de arte.

E agora é oficial: a Microsoft, conforme anunciado no mês passado, deve liberar um conjunto de ferramentas de desenvolvimento gratuito para o Kinect — embora uma versão paga deva aparecer em algum momento posterior. Resta saber o que mais o brinquedinho será capaz de fazer.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.