Match Point: expandindo seus conceitos dentro e fora de jogo

Match Point: expandindo seus conceitos dentro e fora de jogo

Último Vídeo

Estudar um game competitivo a nível conceitual é algo difícil até para quem passa horas e mais horas nele. Existe uma barreira muito sutil entre aqueles que assistem e aqueles que absorvem torneios de DotA 2 ou League of Legends. O primeiro vai só apontar os erros. O segundo entende eles e busca a solução.

Este exemplo acima é só uma das minhas simples conclusões ao observar por anos e mais anos como as pessoas reagiam às competições de games. Encontramos aqueles que desprezam os eSports. Encontramos aqueles que se empolgam por eles. Encontramos aqueles que se divertem com eles. Mas também encontramos aqueles que aprendem com eles.

Reconhecer que você ainda não é o melhor é o primeiro passo de uma caminhada produtiva para um jogador competitivo. Pode parecer clichê, mas o vitorioso sempre está disponível para tirar a vantagem da derrota. O que significa que, acima de tudo, ele também sempre aprende com os outros.

Se você chegou até aqui, lendo essa coluna do Match Point, é porque tem um perfil muito interessante para essa última classificação. Você abandonou a preguiça e se aventurou pelas paredes de caracteres. Você está aberto para os conceitos que podem mudar a sua visão de mundo. Ou, pelo menos, você está disposto a conhecê-los, não é? E eu vou lhe mostrar quem pode fazer isso.

Nos tempos áureos do DotA, quando ele ainda travava batalhas nas colchas do Warcraft 3, a comunidade do jogo no Orkut era muito movimentada com tópicos teóricos estudando esse mod. Acima de todos eles, destacou-se um dos autores mais reflexivos e respeitados entre os fãs: Evanderson Araujo, ou mais conhecido pelo seu nickname Devan.

Ele foi um dos pioneiros que estudou o jogo a fundo e “saiu da casinha” em que muitos "doteiros" se alojavam durante as suas partidas. Conceitos mais profundos, relacionando o comportamento dos profissionais, as desculpas mais frequentes para a derrota e a real função de cada um dentro da partida já eram debatidos com profundidade, mesmo quando não tínhamos torneios valendo US$ 1 milhão.

Hoje, Devan voltou para o DotA 2 com um novo blog em que continua e até expande muitos dos questionamentos que apresentou naquela época. Cada artigo é uma leitura obrigatória aos fãs do jogo, e alguns também são extremamente válidos para você entender melhor os MOBAs e os eSports em equipes. Não recomendo só porque eles complementarão seu conhecimento. Cada artigo pode mostrar que você pensou o game da forma errada até agora.

Aos que se interessaram nesse mundo de aventuras conceituais, separei os artigos do blog abaixo entre duas categorias: os que são específicos de DotA e os abordam temas mais amplos. Espero que tenha uma boa leitura!

Aprendendo sobre DotA 2. Essa seleção de artigos é dedicada a todos os entusiastas do MOBA da Valve. Aqui temos análises pontuais em diversos fatores do jogo, sem falar aquelas que contribuem para você pensar criticamente qual é o seu papel no resultado da partida.

Aventureiros de outros eSports — principalmente dos demais MOBAs — podem encontrar conceitos interessantes por aqui, mas talvez ficarão perdidos nos exemplos focados no DotA 2.

Aprendendo sobre a vida em equipe, MOBAs e o comportamento competitivo. Ok, se você não joga DotA 2 ou nem pretende fazer isso, aqui está uma seleção pequena de artigos que pode mudar um pouco seus conceitos sobre como trabalhar em conjunto para atingir o sucesso.

Embora nosso autor encaixe muitos exemplos de DotA para exemplificar determinadas situações, a ideia dele pode te ajudar a refletir muito sobre as partidas de League of Legends, Heroes of the Storm ou mesmo Counter-Strike: Global Offensive.

Para não perder nenhuma atualização sobre o blog dele, aconselho também a seguir a página no Facebook. Espero que, assim, você tenha uma reflexão interessante e muito mais aberta sobre o que realmente te levou à derrota naquela sua última partida.

O Match Point é um espaço no TecMundo Games dedicado para discutir o eSport e os games competitivos diariamente, trazendo estratégias, curiosidades, campeonatos e jogadas inesquecíveis dos mais diversos títulos.

Publicações da semana:

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.