" /> ">
Voxel

Melhores do Ano 2013 — FPS

Último Vídeo

Se fosse traçada uma equivalência entre a indústria de jogos e a do cinema, é provável que o FPS cumprisse o papel daqueles filmes de ação recheados de pirotecnia. A popularidade, de fato, não é muito diferente. Mas há um ponto realmente positivo em 2013: ao longo deste ano, o gênero provou mais uma vez que pode escapar da fórmula fácil das guerras baseadas em pólvora e em codinomes como “Alfa”, “Bravo” e “Charlie”.

Não que as franquias tradicionais não tenham feito um belo estrago, é claro. Tanto Battlefield 4 quanto Call of Duty: Ghosts presentearam os fãs com aquela dose já bem conhecida de insanidade multiplayer — embora a campanha não tenha escapado muito das fórmulas mais tradicionais. Entretanto, o desempenho foi igualmente notável nos jogos estilo “Nossa, nem parece que é FPS!”.

O belíssimo BioShock: Infinite mostrou que, sim, é possível contar uma bela história com o formato — e ainda produzir uma sequência que merece esse título. Consideração muito semelhante poderia ser feita em relação à insanidade pós-apocalíptica de Metro: Last Night. Por último, mas não menos importante, Crysis 3 traz uma belíssima paisagem urbana decadente, a qual, igualmente, serve também a um enredo que leva o estilo um passo adiante.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.