Voxel
20
Compartilhamentos

Metal Gear Solid 5 será um jogo para curtir em qualquer lugar, diz Kojima

Último Vídeo

?Img_normal

Não há duvidas de que Hideo Kojima sempre busca uma forma de melhorar a experiência de jogo na série Metal Gear. Em MGS4, por exemplo, ele trouxe elementos online, e, em Metal Gear Solid 5: The Phantom Pain, a promessa levar o título para outros dispositivos.

Segundo o criador da série, trazer novidades em termos de jogabilidade para os jogos é algo que o time de produção vem buscando desde o término de Metal Gear Solid 4. Com The Phantom Pain, já foi mencionado que possivelmente essas opções serão expandidas para outros aparelhos, como smartphones e tablets, em que o jogador poderia criar missões e compartilhá-las com outras pessoas.

Metal Gear Solid 4 foi um divisor: a engine, [o fato de ser] multiplataforma e os elementos online. Seguindo em frente, queríamos um Metal Gear que podia ser jogado em qualquer lugar, então criamos Peace Walker. Agora estamos apresentando algo destinado a consoles, mas Metal Gear Solid 5 não ficará preso a eles”, explicou Kojima em entrevista ao site IGN.

No entanto, vale lembrar que Guns of Patriots é, na verdade, um título exclusivo do PS3, deixando a declaração um pouco confusa: Kojima errou ou a IGN se confundiu na hora da legenda? Quem souber japonês, pode contar nos comentários.

Img_normal

Outras possibilidades

Segundo o criador, também há a possibilidade de que o game ofereça suporte ao Kinect e ao SmartGlass no Xbox One, visando a exploração desses elementos de criação de conteúdo dos jogadores.

Por fim, Kojima também explicou que Metal Gear Solid: Ground Zeroes será um game no qual os jogadores poderão se preparar para explorar o mundo aberto de Metal Gear Solid 5: The Phantom Pain – e a área vasta, segundo ele, servirá muito bem para a criação de conteúdo.

Fontes: IGNComputer and Videogames 

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.