Voxel

Microsoft: Diferença de hardware tem pouco impacto na potência dos consoles

Último Vídeo

Durante uma entrevista ao Rev3 Games na PAX Prime, o diretor de planejamento de produtos da Microsoft, Albert Penello, explicou porque acredita que a comparação entre especificações de consoles distintos pode ser enganosa. Além disso, ele também defendeu a decisão de sua empresa de incluir o Kinect na caixa do Xbox One.

Segundo o executivo, pessoas que comparam a performance das várias plataformas baseada apenas no hardware incluso geralmente não tem conhecimentos suficiente sobre o trabalho dos concorrentes, sejam elas funcionárias da Sony ou da Microsoft. “Quando olhos para os jogos [do PS4 e do Xbox One], não vejo diferenças. Olho para games como Ryse ou Forza e não enxergo nada melhor em uma plataforma concorrente”, pontuou.

“Não acredito que a diferença entre os dois consoles seja tão significativa quanto a comparação entre componentes individuais. Perguntando como um grande fã de carros, como um Porsche de 300 ou 400 cavalos pode ser mais rápido que um Corvette de 700 HP? É o equilíbrio. Há coisas diferentes que você coloca no sistema para igualar a performance. Com relação à RAM, eles tomaram uma decisão e nós escolhemos outra”, acrescentou o executivo.

Movimentos para todos

Respondendo sobre como a Microsoft pretende mostrar que o Kinect realmente é essencial como parte do kit, Penello disse acreditar que a história dos consoles mostra que equipamentos colocados dentro das caixas costumam ser adotados. O fato do sensor de movimentos não ter feito tanto sucesso quanto esperado na geração atual se deve à demora no seu lançamento, o que não vai acontecer com o Xbox One.

“Quando colocamos um cabo de ethernet no Xbox original, demonstramos que estamos online e queremos que os desenvolvedores se adaptem. [...] Já quando lançamos o Kinect, a plataforma já tinha cinco anos de idade. Vemos muito potencial nele, mas quando algo não vem junto com todos os aparelhos, os produtores têm que se perguntar se vale a pena desenvolver para ele e se seus consumidores vão ter o acessório”, concluiu.

Fonte: YouTube.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.