Voxel
100
Compartilhamentos

Microsoft está preparada para reduzir preço do Xbox One em 2014, diz analista

Último Vídeo

Fonte: Reprodução/Heavy

A Microsoft continua observando seu termômetro após o rebuliço que o Xbox One tem causado. O console, que começou com o pé esquerdo em função de suas políticas restritivas, respira ares mais favoráveis agora que voltou atrás. Ainda assim, a Microsoft tem uma pedra no sapato: o valor do console, que está 100 dólares mais caro que o do concorrente PlayStation 4.

O analista Michael Pachter, veterano na indústria, soltou suas aspas com relação ao assunto e vê cenário mais favorável à Microsoft alegando que o Kinect incluso no pacote justifica o valor onerado. “O foco da Microsoft muda agora para a diferença de preço. O diferencial fica por conta da inclusão do Kinect em todo Xbox One. A Microsoft tem o intuito de entregar um pacote mais robusto que o da Sony. A companhia não fez um trabalho muito bom ao comunicar o valor agregado aos consumidores, mas o anúncio [de que as políticas restritivas deixarão de existir] remove esse obstáculo para que ela divulgue melhor a mensagem”, declarou.

O analista apontou uma possível redução de preço no caso de o console da Microsoft ainda não convencer. “Acreditamos que, com seis meses de uma mensagem focada e bem transmitida, a Microsoft pode se equalizar à Sony, e nós esperamos que o Xbox One venda tanto quanto o PS4. Se estivermos enganados, achamos que a Microsoft está preparada para reduzir o preço ano que vem”, ponderou.

Pachter aproveitou e fez um balanço do panorama geral dizendo que “a próxima geração deve durar cerca de 10 anos” e vê cenário otimista às mídias físicas com a remoção das políticas restritivas do Xbox One. “Mesmo que a venda digital de um jogo esteja disponível no mesmo dia do lançamento dele nas lojas, a tendência é que os consumidores continuem a comprar a mídia física para facilitar as trocas. Penso que não mais que 50% das vendas sejam feitas digitalmente e que os usados continuem fomentando o mercado por muitos anos”, completou.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.