Voxel

Microsoft garante que o Kinect do Xbox One não poderá espionar ninguém

Último Vídeo

Fonte da Imagem: Divulgação/Microsoft

Depois de muitos boatos e informações confirmadas de espionagens que possam ser realizadas pelos computadores, gadgets e (possivelmente) consoles, a Microsoft declarou que irá lutar para bloquear e impedir qualquer acesso do governo americano aos seus aparelhos comercializados – especialmente quando o Xbox One for lançado.

A empresa quer liberar mais informações das solicitações de dados que recebeu no passado, porém está sendo impedida pelo próprio governo dos Estados Unidos. Um porta-voz da empresa disse ao site The Verge que eles não acreditam que o governo tenha o poder ou a autoridade para forçar que os aparelhos com câmeras e microfones comecem a registrar dados com fins de espionagem. "Nós desafiamos agressivamente qualquer tentativa que nos forçe a espionar", disse o porta-voz.

O novo sensor do Kinect irá manter uma luz acesa quando for ligado para que as pessoas saibam quando o aparelho pode filmar – acrescentou a empresa. Não é a primeira vez que a Microsoft tem que acalmar os nervos do público, já que anteriormente algumas explicações foram dadas para tranquilizar os mais receosos em relação ao console. O porta-voz frisou que as conversas que as pessoas têm ao redor do aparelho não são gravadas e nem mandadas para os servidores da Microsoft.

A Microsoft diz que não fornece aos agentes do governo acesso direto e irrestrito aos dados dos seus clientes. Entretanto, conteúdos de algumas contas podem ser entregues devido às leis específicas que exigem dados para investigações ou ordens judiciais. O vice-presidente da Microsoft, Brad Smith, garantiu que isso ocorre em casos raríssimos e que só responderam requisições de poucas contas pessoais.

A empresa já fez requisições ao governo para liberar mais informações ao grande público dos tipos de dados que foram compartilhados com as agências governamentais (como o número de solicitações de dados pessoais), porém não pôde continuar por impedimento do próprio governo. Outras requisições já foram realizadas e esperam por resposta.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.