Voxel

Microsoft revela mais algumas funções do controle do Xbox One

Último Vídeo

Fonte da imagem: Divulgação/Microsoft
500 pessoas e mais de 200 protótipos depois, o Xbox One chegou ao design final de controle que todos conhecemos. A ideia, de acordo com a Microsoft, foi inovar ao mesmo tempo em que mantinha a tradição e pontos positivos aos quais todos já estamos acostumados. O resultado foi um joystick com cara de novo, mas incrivelmente familiar.

Uma das grandes novidades são os Impulse Triggers, os gatilhos traseiros que contam com motores de vibração dedicados à maior precisão. Em jogos de corrida, principalmente, isso vai garantir um controle melhor de aceleração e freios, que serão sentidos diretamente nas mãos do jogador.

O mesmo vale para os analógicos e o direcional, recriados a partir do feedback de jogadores do Xbox 360. Menores e com textura, eles são mais leves e garantem movimentos mais corretos para jogos de tiro e luta. O espaço entre os botões foi reduzido para garantir movimentos mais rápidos.

Praticidade

Pequenas novidades de sistema também foram adicionadas para garantir praticidade ao jogador. O controle do Xbox One é capaz de reconhecer o jogador que está utilizando o joystick, permitindo a criação de novas experiências ou a mudança da posição das imagens em jogos com tela dividida, de acordo com a posição do usuário.

Além disso, o aparelho vai detectar os momentos em que não estiver sendo segurado para entrar em um estado de economia de energia. Ele será religado automaticamente assim que for pego de novo e não será preciso ressincronizá-lo o tempo todo. Quando conectado com um fio, o joystick desliga a bateria automaticamente para conservar a vida útil do equipamento.

O Xbox One chega às lojas no final de 2013.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.