Microsoft tem vaga para trabalhar em franquia popular do mundo dos games

Microsoft tem vaga para trabalhar em franquia popular do mundo dos games

Último Vídeo

Para preservar seus futuros produtos, muitos dos estúdios de game fazem o possível e o impossível para guardar qualquer tipo de informação sobre eles a sete chaves. Porém, quando chega a hora de contratar novos profissionais para integrar o time de desenvolvimento, às vezes a empresa acaba tendo que soltar pequenas dicas do projeto a ser trabalhado. É o caso da Microsoft, que está atrás de um Gerente de Programação Sênior para trabalhar em algo descrito como um dos títulos mais populares já feito para as plataformas de games.

“Trabalhe com um dos jogos de video game mais populares de todos os tempos. Entregue experiências que inspirem milhões a criarem juntos, conecte pessoas ao redor do globo e dê suporte a uma comunidade tida como uma das mais ativas e apaixonadas do mundo”, diz um trecho do anúncio publicado pela Microsoft em seu site. Outra parte, mais curiosa, faz referência a conhecimentos relativos à criação de software ou jogos educacionais.

A pessoa que eles estão procurando deve “chefiar o desenvolvimento de produto de um título educacional entre múltiplas plataformas”. O profissional também será responsável por “definir requisitos, mapear a trajetória do produto e todos os aspectos de produção, desde o desenvolvimento do conceito inicial até a entrega de uma experiência de alta qualidade”. Além de tudo isso, o candidato ao cargo precisa se comunicar bem, para conversar com equipes internas e parceiros de fora.

Uma dica: termina com “inecraft”

Ainda que não haja nada confirmado por parte da Microsoft, é fácil relacionar diversas das informações com um game adquirido recentemente pela companhia, vindo diretamente das mãos de Notch. Sim, estamos falando de Minecraft, um dos jogos mais populares dos últimos tempos, com uma comunidade criativa e passional. O interessante é pensar que podemos estar perto de uma continuação do game ou de um spin-off voltado para o tema educação.

Não seria estranho que, em algum momento, esse fosse o caminho seguido, já que em novembro do ano passado o vice-presidente de estratégias corporativas da Microsoft, Jeff Teper, falou sobre o assunto. Na ocasião, ele analisou como o Minecraft pode inspirar crianças a construírem mundos e a aguçar sua criatividade, fazendo com que mais tarde se aprofundem mais no conceito de criação de conteúdo digital.

A boa notícia é que, pelo visto, a franquia deve continuar sendo multiplataforma. O trecho que fala sobre a coordenação de times internos e terceirizados também pode dar a entender um processo de desenvolvimento parecido ao do Minecraft original. Na teoria, a criação do título ficaria nas mãos da Mojang enquanto os ports seriam feitos por outros estúdios. Dessa maneira, o jogo poderia ser usado como um ótimo embaixador para a integração entre Windows e Xbox, por exemplo.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.