Microsoft vê futuro promissor do Kinect e imagina um “smart home”

Microsoft vê futuro promissor do Kinect e imagina um “smart home”

Último Vídeo

O Kinect é uma das bandeiras erguidas pela Microsoft para explorar as funcionalidades do Xbox One. O acessório, que obrigatoriamente acompanha todo e qualquer Xbox One, é a menina dos olhos da Microsoft, que vê um potencial enorme em seu “filhote”, imaginando-o inclusive como uma espécie de “smart home”.

O diretor de relação de desenvolvimento do Xbox, Michael Mott, enxerga um futuro promissor para o Kinect, vendo o acessório com funções que intuitivamente ajustariam a temperatura, calibrariam a iluminação e até mesmo tocariam uma canção para o usuário quando ele entrar no recinto.

De acordo com o executivo, há muito chão pela frente para que isso aconteça. O sensor precisaria ter ampla aceitação em PCs, plataforma que receberá Kinect 2.0 nos próximos meses. Mott afirmou, contudo, que nem todos ficam cientes da presença de um Kinect no PC tanto quanto ocorre no Xbox One, em que o acessório acompanha cada console.

Rock’n’roll!

“Se há duas pessoas no sofá, o que pode acontecer? Será que vai aparecer algo na tela relevante para os dois? Tenho um Sonos [dispositivo multimídia inteligente] em casa... Se eu entrar num cômodo, seria legal ter uma música-tema tocando, um pouco de AC/DC para animar as manhãs, talvez!”, contou Mott (que tem bom gosto musical, diga-se de passagem) em entrevista ao site Slash Gear.

Na visão do executivo, mais desenvolvedores precisariam construir apps para um Kinect inteligente e voltado ao uso doméstico, mas isso seria possível se mais usuários de PC comprassem o acessório. E mais usuários de PC comprariam o Kinect se existissem mais aplicativos e funções que fossem úteis para eles.

Mott citou um exemplo: uma empresa de saúde e bem-estar inscrevendo membros num programa de terapia que poderia exigir que os inscritos tivessem um tablet e um Kinect para participarem. O resultado, na prática, seria óbvio: a participação “à distância” traria economias significativas e ganho de tempo, uma vez que o paciente faria tudo de casa em vez de gastar seu tempo indo até o terapeuta.

Mas isso, é claro, é apenas a imaginação de um cenário, uma visão da Microsoft. Só o tempo pode dizer o que mais o Kinect é capaz de trazer – e a Microsoft também. “A comunicação é definitivamente um objetivo, a comunicação otimizada e até mesmo a comunicação de entretenimento. Acredito que a criatividade é outro elemento fundamental, e acho que a saúde e o bem-estar também. E então temos a automatização de nossas casas”, completou Mott.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.