Voxel

Microtransações e assinaturas vão definir a nova geração, afirma Avalanche

Último Vídeo
Img_normal

Quem cresceu em uma época na qual bastava comprar um jogo para poder aproveitar tudo o que ele tinha oferecer vai se decepcionar com as afirmações publicadas por Christofer Sundberg, chefe da Avalanche Studios, em sua conta no Twitter. Segundo ele, a nova geração de consoles vai ser cada vez mais marcada pela presença de microtransações e sistemas de assinatura (além dos já famosos, e muitas vezes detestáveis, DLCs).

“Microtransações, assinaturas e outros modelos de negócios vão formar a próxima geração de jogos. É simples assim”, afirmou. Segundo ele, apesar de essa ser uma realidade da qual não é possível fugir, ainda será preciso trabalhar para que o público deixe de associar o termo “free to play” a jogos com baixa qualidade.

“Basicamente é para esse caminho que estamos seguindo. Haverá m****** pelo caminho, com certeza”, adicionou o desenvolvedor. “Mas esperamos conseguir diminuir o preço de compra inicial e construir o jogo junto à comunidade”, complementa. Recentemente, Sundberg afirmou que títulos como Call of Duty: Ghosts e Battlefield 4 representam o fim de uma era na qual grandes blockbusters conseguiam se sustentar com base no modelo atual.

“Eu não acredito em um futuro para Call of Duty e eu acredito que Battlefield vai continuar sobrevivendo como um jogo estritamente multiplayer”, afirmou ele. Atualmente, o chefe da Avalanche Studios trabalha no desenvolvimento de Mad Max, game single-player que será lançado para o PlayStation 4, Playstation 3, PC, Xbox 360 e Xbox One.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.