Miyamoto fala sobre ideia de trazer mechs para Star Fox Wii U

Miyamoto fala sobre ideia de trazer mechs para Star Fox Wii U

Último Vídeo

Shigeru Miyamoto, o grande nome por trás dos principais jogos da Nintendo, falou em entrevista para a Entertainment Weekly sobre o novo título de Star Fox para Wii U. De acordo com o desenvolvedor, o novo título irá utilizar várias ideias que haviam sido originalmente pensadas para outro game, batizado de Project Guard, que chegou a aparecer na E3 este ano.

Quando perguntado se o Project Guard seria um jogo em si ou apenas um protótipo que faria parte de algo maior, Miyamoto respondeu: “Talvez você tenha notado que no projeto havia um logo de Star Fox nas câmeras! Eu tenho diferentes ideias sobre o que poderia ser feito, mas ainda não finalizei nada. ”

Possibilidade de acrescentar mechs

“Uma ideia que tive para Star Fox era criar algo mais ou menos em torno da série de TV dos Thunderbirds, onde eles tinham todos aqueles veículos e mechs diferentes para usar. Eu não tenho certeza, mas o que eu penso sobre Star Fox é que ao invés de fazer uma aventura baseada em apenas uma única nave, como vimos nos jogos anteriores, existem muitos mechs e veículos que poderíamos usar. Dentro dessas possibilidades, o estilo de gameplay de Project Guard poderia ser usado como um elemento para batalhas em larga-escala. ”

Miyamoto também acredita que “a outra analogia que eu tenho utilizado com o time é que os jogos de Star Fox são feitos para funcionarem como filmes, uma grande e dramática aventura. E desta vez, com nosso novo foco, o título será mais semelhante a uma série de TV. Então, talvez possamos considerar o Project Guard como um seriado de Star Fox que passe tarde da noite, já as missões principais seriam a programação do horário nobre.

As fontes da revista também dizem que o protótipo de Star Fox Wii U foi todo desenvolvido internamente na Nintendo, mas que a empresa procurar agora por algum estúdio parceiro para finalizar o game.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.