Miyamoto não gosta do novo Zelda sendo considerado de “mundo aberto”

Miyamoto não gosta do novo Zelda sendo considerado de “mundo aberto”

Último Vídeo

Como as declarações de Aonuma e as informações reveladas na E3 2014 indicam, o novo Zelda de Wii U definitivamente será vasto, dando muito mais liberdade ao jogador do que antes. Assim, muitos estão chamando o game de “open-world”; de fato, o termo chegou até mesmo a ser usado pela Nintendo para explicar sobre a proposta do jogo.

Embora isso pareça esclarecer muito para os gamers, parece que Shigeru Miyamoto não ficou nada feliz em ter o termo atribuído ao novo Zelda. “Eu prefiro não usar o geralmente usado termo ‘mundo aberto’ ao desenvolver softwares”, começou. “Este termo significa que há um mundo grande no qual jogadores podem fazer coisas numerosas diariamente”, disse o criador da série, durante 74º Encontro Anual de Acionistas da Nintendo.

Miyamoto continua, lembrando que, “Na tradicional série Legend of Zelda, o jogador iria jogar uma dungeon por vez.”. Ou seja: por mais que o novo mundo de Zelda seja sim muito mais aberto e traga mais para ser explorado, ele ainda segue um caminho distante de games como GTA, em que completar missões é quase secundário – o foco ainda vai estar em cumprir a aventura principal.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.