Voxel

Naughty Dog fala sobre os gráficos de Uncharted 4 [vídeo/imagens]

Último Vídeo

Além da apresentação da demonstração de Uncharted 4: A Thief’s End, a PlayStation Experience também serviu para que a equipe de desenvolvimento pudesse debater um pouco sobre o processo de criação do game – o que você confere no vídeo que está na janela que abre esta notícia. 

Durante o bate-papo (que é todo em inglês), os funcionários da produtora explicaram vários elementos que teremos a oportunidade de ver na nova aventura de Nathan Drake, além de comentar um pouco sobre a composição do personagem para o novo título. 

“Quando Nathan entra ou sai da água, isso vai afetar o seu shader e fazer com que ele pareça mais brilhante [e até mesmo afetar o seu cabelo]. Trabalhamos em tudo isso com membros de outros departamentos para que as pessoas que lidam com os efeitos do vento também estejam por dentro do que o time dos shaders e de outras divisões estão fazendo”, explicou a equipe durante o painel. 

Outro aspecto mencionado é que o protagonista também vai afetar o meio ambiente e as plantas ao seu redor enquanto caminha, e que a tecnologia usada nesses locais é a mesma que veremos na camisa do personagem. Esta, aliás, também sofrerá mudanças dependendo do local pelo qual o personagem passar. 

Foi dito ainda que a equipe de desenvolvimento possui uma “arma secreta” chamada Shader Package, útil para momentos como aqueles em que Drake fica com um aspecto pior. Todo esse trabalho foi feito pensando em uma qualidade visual semelhante a de um filme para o novo jogo – e, pelo pouco que pudemos ver, parece que a produtora está conseguindo. 

Mais detalhes 

Somado ao que está acima, outros detalhes foram divulgados durante o painel. Confira alguns deles a seguir: 

  • Muitas coisas na composição do personagem foram feitas à mão;
  • As imagens dos detalhes que estão na galeria acima estão piores que no game, pois elas não possuem efeitos de iluminação e shaders;
  • Agora, os braços de Drake possuem pelos, e também é possível perceber detalhes em suas mãos após dar um soco em um inimigo;
  • Em Uncharted 3: Drake’s Deception, o protagonista tinha 120 poses possíveis para o rosto. No novo game, esse número subiu para 850, sendo que algumas podem ser combinadas para gerar outros resultados;
  • Agora, o time de animação pode mover os olhos do personagem sem se preocupar com as pálpebras, que se mexem naturalmente. Mesmo quando os olhos estiverem fechados haverá movimentação nelas;
  • Pela primeira vez, há uma mulher na equipe que lida com a arte do jogo (Ashley Swidowski), mas ela não foi a responsável por dar vida aos pelos que estão no peito do protagonista ou mesmo por sua musculatura. Tudo isso foi ideia de Neil Druckman (diretor criativo da Naughty Dog);
  • Cada evento possui regiões invisíveis que controlam música, iluminação, animações, eventos e outros detalhes, que são ativadas quando Drake ou um NPC passa por elas.

Exclusivo para PlayStation 4, Uncharted 4: A Thief’s End é aguardado para algum momento de 2015.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.