Voxel

NGP na GDC 2011

Último Vídeo

A GDC 2011 está chegando ao fim, o evento termina amanhã (dia 4 de março), mas as novidades não param. Entre os muitos destaques da feira está o novo portátil da Sony, o NGP (vulgo PSP2).

A Sony aproveitou a GDC 2011 para revelar novas informações sobre o aparelho. Segundo os representantes da empresa, o GPS só estará disponível nos modelos com suporte para 3G. No entanto, os consoles que possuem apenas conexão Wi-Fi utilização triangulação Skyhook Wireless, para apontar sua localização.

Outra informação relevante refere-se às câmeras, que foram ajustadas para condições de pouca luz e alta velocidade. No entanto, os detalhes sobre a nova midia de jogos foram as que chamaram mais atenção dos jogadores.

Apelidado de cartão NVG, o dispositivo de armazenamento que carregará os jogos do NGP virá em dois modelos, um de 2GB e outro de 4GB. Segundo a Sony, o cartão reservará de cinco a dez por cento de sua capacidade para gravar saves, patches e outros conteúdos adicionais.

 

NGP x PS3

Já durante a coletiva de imprensa da Sony, David Coombes — gerente de pesquisa e desenvolvimento de plataformas da Sony Computer Entertainment America — explicou que o NGP é um portátil poderosíssimo, mas que não terá a mesma capacidade de processamento do PS3.

Destoando do discurso que marcou a apresentação oficial do console, o executivo da Sony afirmou que o NGP está na “metade do caminho” e que com alguns ajustes ele poderá, eventualmente, equiparar-se ao PS3.

David Coombes explicou que o NGP utilizará uma CPU com quatro núcleos simétricos e contará com muito mais memória do que o PSP. Na verdade, o representante da Sony afirmou que o NGP tem uma memória RAM quase tão grande quanto à do PS3.

Uncharted

Quem acompanhou a apresentação ainda pode conferir ao vivo a demo de Uncharted, que foi jogada e comentada ao vivo por um dos produtores da Sony presentes na GDC, Frank Simon. Os comandos ficaram mais claros: é possível usar a tela sensível a toque para realizar ações do herói como pulos e escaladas, enquanto deslizar o dedo no visor o faz balançar em cordas. Lutar também é possível com pequenos movimentos na tela.

Alguns efeitos gráficos impressionaram bastante o público, como a sensação de vertigem quando Nathan Drake se aproxima da beira de um abismo.

Fonte: Gamespot

Realidade aumentada

O diretor do departamento de desenvolvimento de softwares da empresa, Tsutomu Horikawa, apresentou outro aspecto que impressionou bastante: como a realidade aumentada funciona no portátil.

Fazendo uma fusão do cenário da apresentação com objetos criados, Horikawa mostrou na tela, entre outros exemplos, a foto de um dinossauro escaneado a partir essa tecnologia surgindo em meio ao público presente. Certos objetos, quando filmados com a câmera do NGP, adquirem um novo formato digitalmente e criam diversos efeitos.

O portátil terá também um sistema de detecção para a cabeça e ombros do jogador em sua câmera, mas a dificuldade de estabilizar essa captura faz com que seja difícil concluir tal desenvolvimento.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.