Voxel

Ninguém gostou das microtransações de Pokémon Shuffle, já disponível

Último Vídeo

Já lançado para baixar no eShop do Nintendo 3DS, Pokémon Shuffle é um dos primeiros games da Nintendo a ter esquema "freemium", ou seja, gratuito para jogar, mas com itens que aceleram a experiência e podem ser comprados com dinheiro real. Apesar do custo inicial ser zero, vários sites malharam o modelo de negócios.

O game é um quebra-cabeça cujo objetivo é formar pelo menos três figuras iguais deslocando duas peças adjacentes. Fazendo isso, você ataca os pokémons selvagens, que podem ser captados se conseguir vencê-los. Você começa com cinco coraçõezinhos, que são as energias, e cada fase jogada, vencendo-a ou não, gasta um ponto.

Sem corações, não há jogo, e será necessário esperar 30 minutos para encher um ponto de energia novamente. Gastando dinheiro, dá para comprar corações na hora. Ou seja, quem já jogou Candy Crush Saga (e outros títulos mobile similares) na vida sabe bem como é angustiante essa espera.

Seu tempo ou seu bolso

Na verdade, é até pior que Candy Crush, pois este não cobra energia ao passar de fase. O site Destructoid não gostou da espera, já que com os cinco corações só dá para passar pelas fases de tutorial. O pior é o esquema de captura de pokémons: um item especial, a Great Ball, permite pegar o monstrinho automaticamente, ao custo de 2,5 mil moedas. Juntar dinheiro normalmente é penoso (cerca de 100 moedas por fase), e as probabilidades de capturar as criaturas naturalmente são baixas.

A outra forma é usar as pedras azuis, que podem ser trocadas por 3 mil moedas. É raro, mas é possível obter as gemas dentro do jogo. Também podem ser conseguidas com o StreetPass, mas o jeito mais fácil é colocar a mão no bolso (cada joia custa US$ 1, com descontos se comprar pacotes com mais pedras).

"Pokémon Shuffle não é um inferno de microtransações, mas está chegando perto", escreveu no título o site Nintendo Life. Já o Kotaku cravou: "Pokémon com microtransações é ruim como se imagina". A autora do artigo afirmou que Pokémon Battle Trozei é muito mais negócio, pois custa US$ 8 e não traz nenhuma das chateações do Shuffle.

E você? Jogou Pokémon Shuffle? O que achou da experiência?

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.