Voxel
01
Compartilhamento

Nintendo admite: serviço online foi uma das falhas do Wii

Último Vídeo


A Nintendo resolveu recentemente admitir o óbvio: o sistema online do Wii deixa muito a desejar — pelo menos quando comparado aos demais consoles da atual geração. Em sessão com investidores, o presidente da empresa, Satoru Iwata, soltou: “Honestamente, o futuro do Wii poderia ter sido diferente se a Nintendo tivesse pensado melhor suas parcerias com empresas e serviços de rede ainda nas fases iniciais do console”.

Segundo Iwata, a Nintendo andava muito obcecada com a filosofia denominada “Jimae-Shigi”, ou, “fazer as coisas por conta própria”. Ele continua: “Embora já tenhamos nos colocado novamente nos trilhos, gostaríamos de diferenciar claramente as nossas verdadeiras forças daquilo que pode ser feito melhor por outras pessoas, para não cairmos nessa armadilha novamente”.

Para o executivo, essa mudança de abordagem pode atualmente ser percebida na evolução que culminou no 3DS. De qualquer forma, os comentários deixam claro que as possibilidades online do novo portátil devem sim depender de novos acordos comerciais. “No campo das redes online, em particular, admito que não podemos acompanhar o ritmo das mudanças do mundo e das exigências dos consumidores apenas com nossa empresa e com as empresas de desenvolvimento que têm sido por muito tempo nossas parceiras”, admitiu Iwata.

Ademais, Iwata afirmou ainda que o 3DS deve se beneficiar mais também de acordos para produção de jogos — quebrando, talvez, aquele velho estigma da Nintendo que afirma que apenas os jogos first party (de produção própria) tem qualidade. O executivo acrescentou ainda que essa nova direção valerá também para o próximo console da Big N — a ser lançado em algum momento do ano que vem.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.